PLATAFORMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO CULTURAL NO YOUTUBE

ESTUDO DE CASO DO CANAL 2QUADRINHOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.53450/2179-1465.RG.2023v14i1p149-170

Palavras-chave:

Plataformização da Produção Cultural, Curadoria, YouTube

Resumo

Este artigo tem por objetivo investigar a plataformização da produção cultural do canal 2quadrinhos no You Tube por meio da análise de práticas e affordances. Num cenário em que, cada vez mais, produtores culturais dependem das infraestruturas tecnológicas, de negócios e de governança das plataformas digitais, ao criarem conteúdo, questiona-se de que forma essa questão emerge em um canal do You Tube sobre histórias em quadrinhos. A pesquisa se valeu de estudo de caso, de levantamento bibliográfico, documental e de entrevista semi-estruturada. Identificou-se diretrizes editoriais que articulam, dinamicamente, curadoria de conteúdo sobre histórias em quadrinhos e estratégias de datificação propostas pelo You Tube.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Portella Montardo, Universidade Feevale

Doutora em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, é bolsista de Produtividade do CNPq (Nível 2). É professora e pesquisadora da Universidade Feevale, no Programa de Pós-Graduação em Diversidade Cultural e Inclusão Social, no Programa de Pós-Graduação em Processos e Manifestações Culturais e no Mestrado Profissional em Indústria Criativa. Atua como Coordenadora do GT Comunicação e Cibercultura da Associação Nacional dos Programa de Pós-Graduação em Comunicação (Compós) e é líder do Grupo de Pesquisa Comunicação, Cultura e Consumo Digitais (c3dig).

Claiton Borges da Silva, Universidade Feevale

Jornalista (PUCRS), especialista em Cultura Digital e Redes Sociais (Unisinos) e mestrando em Processos e Manifestações Culturais (Feevale). Trabalha com assessoria de comunicação no setor público e produz conteúdo audiovisual no YouTube. Pesquisa sobre a platataformização da produção cultural, com foco nas práticas de produtores de conteúdo especializados em histórias em quadrinhos.

Referências

AGUIAR, Vinícius. Entrevista com Vinícius. 15 dez. 2020. Entrevista. 1 MP3 (19:25 min.). Disponível em: <https://tinyurl.com/y7yt7spn>. Acesso em 13 dez. 2021.

CHARAUDEAU, Patrick. Discurso das mídias. São Paulo. Contexto, 2006.
D'ANDREA, Carlos. Pesquisando plataformas online: conceitos e métodos. Salvador: EDUFBA, 2020.

GILLESPIE, Tarleton. Algorithm [#digitalkeywords]. Culture Digitally, 2014. Disponível em: <https://culturedigitally.org/2014/06/algorithm-draft-digitalkeyword>. Acesso em 10 mai. 2021.

HELMOND, Anne. A plataformização da web. In: OMENA, Janna Joceli (Ed.). Métodos Digitais: teoria-prática-crítica. Lisboa: Instituto de Comunicação da Nova Faculdade de Ciências Sociais e Humanas/Universidade NOVA de Lisboa, 2019. p. 49-72.

KARHAWI, Issaaf. Influenciadores digitais: o Eu como mercadoria. In SAAD-CORREA, Elizabeth Nicolau; SILVEIRA, Stefanie. (org). Tendências em comunicação digital. São Paulo: ECA/USP, 2016.

MATOS, Ludmila Santos. “O YouTube não liga pra gente: agenciamentos sociotécnicos na percepção de criadores de conteúdo brasileiros para o YouTube. 2020. Tese (Doutorado em Comunicação e Informação) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação, Porto Alegre, 2020.

MARTEL, Frédéric. Smart: o que você não sabe sobre a internet. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015.

NIEBORG, David; POELL, Thomas. The platformization of cultural production: Theorizing the contingent cultural commodity. New Media & Society, v. 20, n. 11, p. 4275-4292, 2018.

POELL, Thomas; NIEBORG, David; VAN DIJCK, José. Plataformização. Revista Fronteiras - estudos midiáticos, v. 22, no. 1, p. 2-10, janeiro/abril 2020.

RECUERO, Raquel. Redes sociais na internet. Porto Alegre: Sulina 2009.

SAAD-CORRÊA, Elizabeth Nicolau.; RAPOSO, João Francisco. Curadoria de conteúdo na comunicação contemporânea: muito além do Ctrl+C e Ctrl+V. In: Congresso Brasileiro Científico de Comunicação Organizacional e de Relações Públicas (Abrapcorp), 11., 2016, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: UFMG, 2016. Disponível em: <http://ebooks.pucrs.br/edipucrs/acessolivre/anais/abrapcorp/assets/edicoes/2017/arquivos/11.pdf>. Acesso em: 13 dez. 2021.

SALGADO, Tiago Barcelos Pereira. Públicos algorítmicos: relevância e recomendações no YouTube. In: HOMSSI, Aline Monteiro; RUGGIERI, Ana Luísa; BARBOZA, Dayana; CAMARGO, Fernanda; REIS, Flávio. (Org.) Tempos de rupturas: críticas dos processos comunicacionais. Ouro Preto: Universidade Federal de Ouro Preto, 2017.

SEAVER, Nick. Knowing algorithms. Media in Transition 8, Cambridge, 2013. Disponível em: <https://static1.squarespace.com/static/55eb004ee4b0518639d59d9b/t/55ece1bfe4b030b2e8302e1e/1441587647177/seaverMiT8.pdf>. Acesso em: 13 dez. 2021.

SILVA, Claiton Borges. “O Link Está na Descrição do Vídeo”: Como o Associados Amazon Impacta a Produção de Conteúdo do Canal de YouTube Doisquadrinhos. In: Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sul, 20., 2019, Porto Alegre. Anais... Porto Alegre: Uniritter, 2019. Disponível em: <https://portalintercom.org.br/anais/sul2019/resumos/R65-0369-1.pdf>. Acesso em: 13 dez. 2021.

VAN DIJCK, José.; POELL, Thomas.; DE WALL, Martijn. The Platform Society: Public Values in a Connective World. London: Oxford, 2018.

VARELA, Daniela Renee, KAUN, Anne. The Netflix Experience: A User-Focused Approach to the Netflix Recommendation Algorithm. In: Theo Plothe, Amber M. Buck (ed.). Netflix at the Nexus: Content, Practice, and Production in the Age of Streaming Television (pp. 197-211). New York: Peter Lang Publishing Group, 2019.

Downloads

Publicado

2023-05-27

Como Citar

MONTARDO, S. P.; DA SILVA, C. B. PLATAFORMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO CULTURAL NO YOUTUBE: ESTUDO DE CASO DO CANAL 2QUADRINHOS. Revista GEMInIS, [S. l.], v. 14, n. 1, p. 149–170, 2023. DOI: 10.53450/2179-1465.RG.2023v14i1p149-170. Disponível em: https://www.revistageminis.ufscar.br/index.php/geminis/article/view/697. Acesso em: 26 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos