AUDIOVISUAL E ENSINO NÃO PRESENCIAL

PROBLEMATIZAÇÃO DA PRODUÇÃO PELO PARADIGMA DA COMPLEXIDADE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.53450/2179-1465.RG.2022v13i1p188-202

Palavras-chave:

educação, audiovisual, produção

Resumo

O presente artigo propõe um estudo de produção e forma de apresentação de conteúdos audiovisuais para o Ensino Não Presencial (ENP), com o objetivo de estabelecer questionamentos sobre as práticas e os formatos. Para isso, foram realizadas análises de 30 aulas não presenciais de diferentes cursos, categorizando-as com base em seu formato audiovisual. Como princípio norteador desta proposta de análise crítica está o Paradigma da Complexidade que, em sua forma de entender as inter relações entre os conteúdos, desenha caminhos frutíferos para uma aplicação mais arrojada como forma de construção prática de conteúdos educacionais para o ENP.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rene Rodriguez Lopez, Universidade Estadual Paulista

Possui graduação em Comunicação Social - Habilitação Jornalismo pela Universidade do Sagrado Coração (2007). É mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Televisão Digital, da Universidade Estadual Paulista (FAAC/Unesp). Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Mídia e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista (FAAC/Unesp). Foi bolsista do Laboratório Aberto de Interatividade da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), exercendo diversas atividades vinculadas à divulgação científica. Atuou como Produtor na TV Unesp entre 2010 e 2016, sendo responsável por escrever e produzir programas de caráter informativo, cultural e educativo. Exerceu o cargo de Supervisor do Departamento de Produção da TV Unesp entre os anos de 2016 e 2017. É professor do Curso de Produção Audiovisual das Faculdades Integradas de Bauru (FIB), desde 2013. Atuou como professor no curso de Pós-Graduação em Filmmaking da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) em 2019. É jornalista na TV da Universidade Federal do Paraná, em Curitiba.

Marcos Américo, Universidade Estadual Paulista

Coordenador do Programa de Pós-Graduação em: Mídia e Tecnologia (Curso de Doutorado) da UNESP - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Docente do do Programa de Pós-Graduação em Mídia e Tecnologia (Mestrado Profissional) da UNESP - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Pós- Doutorado realizado na Universidad Nacional de La Matanza (Argentina) com o tema: ?TV Digital, T-Learning e Edutretenimento: Uma Avaliação dos Caso Argentino"; Doutorado em Educação para a Ciência pela UNESP - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2010); Mestrado em Comunicação pela UNESP - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002); Graduação em Comunicação - Habilitação em Radialismo (RTV) pela UNESP - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1994); Graduação em Licenciatura Plena em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física de Avaré (1985). Atualmente é professor do Departamento de Comunicação Social da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da UNESP - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Professor visitante na Facultad de Periodismo y Comunicación Social de la Universidad Nacional de La Plata (Argentina) e na Facultad de Ciencia Politica y Relaciones Internacionales da Universidad Nacional de Rosario (Argentina). Docente do Másterl en Comunicación de la UNEMI - Universidad Estatal de Millagro, Ecuador. É lider do GECEF - Grupo de Estudos em Comunicação Esportiva e Futebol. Tem experiência nas áreas de Mídia e Tecnologia, Comunicação Esportiva e Ensino de Ciências, com ênfase em Produção Audiovisual, atuando principalmente nos seguintes temas: Mídia e Tecnologia, Ecologia dos Meios, Mídia Esportiva, Produção Audiovisual, Edutretenimento, Infotretenimento e Gamificação.

Referências

ARROIO, A. . O audiovisual na construção da visão de Ciências e do cientista. Revista
Eletrônica de Ciências - CDCC - USP, São Carlos – SP, 2007.

ARROIO, A. ; GIORDAN, Marcelo. O Vídeo Educativo: aspectos da organização do ensino.
Química Nova na Escola, v. 24, p. 8-12, 2006.

BRAGA, José Luiz; CALAZANS, Regina. Comunicação e educação. São Paulo: Hacker, 164 p., 2001.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria n.º 873 de 7 de abril de 2006. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/sesu/arquivos/pdf/portarias/portaria873.pdf, acessado em: 20 de jan, 2021.

BRASIL. Lei Nº 9.394, DE 20 DE DEZEMBRO DE 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm, acessado em: 20 de jan, 2021.

FRICK, Loriane T. Scientia Educação. Curitiba, 2021. Entrevista concedida a UFPR TV. Disponível em: www.youtube.com/tvufpr.

INEP. Censo da Educação Superior 2018: Divulgação de resultados. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira / Ministério da Educação, Brasilia - DF, 2019. Disponível em: https://abmes.org.br/arquivos/documentos/apresentacao_censo_superior2018.pdf. Acesso em: 10 dez. 2020.

INEP. Censo da Educação Superior 2019: Notas estatísticas. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira / Ministério da Educação, Brasilia - DF, 2020. Disponível em: https://download.inep.gov.br/educacao_superior/censo_superior/documentos/2019/censo_da_educacao_superior_2018-notas_estatisticas.pdf. Acesso em: 10 dez. 2020.

JACQUINOT, Geniève. Imagem e Pedagogia. Tradução por Manuel Pedras e Lia Raquel Oliveira. Lisboa, Edições Pedago, 2006.

MARCONI. M. A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1999.

MORIN, Edgar. Educação e complexidade: os sete saberes e outros ensaios. Maria da Conceição de Almeida, Edgard de Assis Carvalho, (orgs.) - 4. ed. - São Paulo: Cortez: 2007

MORIN, Edgar. Introdução ao pensamento complexo. Edgar Morin; tradução de Eliane Lisboa. Porto Alegre: Sulina, 3ª Edição, 2005.

MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. Tradução: Catarina Eleonora F. da Silva e Jeanne Sawaya ; revisão técnica de Edgard de Assis Carvalho. – 2. ed. – São Paulo : Cortez ; Brasília, DF : UNESCO, 2000.

Downloads

Publicado

2022-04-29

Como Citar

LOPEZ, R. R.; AMÉRICO, M. AUDIOVISUAL E ENSINO NÃO PRESENCIAL: PROBLEMATIZAÇÃO DA PRODUÇÃO PELO PARADIGMA DA COMPLEXIDADE. Revista GEMInIS, [S. l.], v. 13, n. 1, p. 188–202, 2022. DOI: 10.53450/2179-1465.RG.2022v13i1p188-202. Disponível em: https://www.revistageminis.ufscar.br/index.php/geminis/article/view/603. Acesso em: 29 maio. 2022.