ENGAJAMENTO MIDIÁTICO ATRAVÉS DAS CONTROVÉRSIAS ENTRE FÃS

UM ESTUDO DA LIVE DE IVETE E CLÁUDIA NO CARNAVAL DA PANDEMIA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.53450/2179-1465.RG.2023v14i2p126-144

Palavras-chave:

Cultura de fãs, midiatização, Rede Social Twitter

Resumo

Este artigo tem como objetivo refletir sobre as interações dos fãs das cantoras Ivete Sangalo e Claudia Leitte na rede social Twitter durante a transmissão da live realizada no carnaval de 2021. Através da metodologia de análise de conteúdo, foi possível detectar categorias temáticas que se configuraram a partir de elogios e controvérsias, utilizando de argumentos lógicos e emocionais para tentar obter maior adesão – ou seja, poder – dentro de uma comunidade discursiva. Foi possível inferir que estas estratégias, ainda que sejam estabelecidas para atender a uma lógica de mercado e expor marcas e outras diversas formas de publicidade, também funcionam como espaço de manifestação de dois fandoms que por momentos se unem e, por outros, criam disputas imaginadas entre as duas cantoras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Farnese, Universidade Paulista (UNIP)

Doutorando em Comunicação e Cultura Midiática pela Universidade Paulista (Unip) e jornalista efetivo do Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais - Campus Juiz de Fora. É mestre em Comunicação pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Bolsista CAPES.

Carla Montuori Fernandes, Universidade Paulista

Possui Pós-doutorado em Comunicação Política pela Universidade de Valladolid. Doutora em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). É docente titular do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Paulista (UNIP). 

Clarice Greco, Universidade Paulista

Possui Pós-doutorado em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP). É Doutora e Mestre pela mesma Instituição. Vice-líder do Grupo de Estudos de Análise de Produtos Audiovisuais (GRUPA) da UNIP.

Referências

ALCÂNTARA, Eurípedes. A redoma do atraso. Veja, São Paulo, v. 24, n. 25, p. 42-43, jun. 1991.

AMARAL, Adriana. Manifestações da performatização do gosto nos sites de redes sociais: uma proposta pelo olhar da cultura pop. Revista ECO-Pós. Vol. 17, ed. 3, 2014.

AUSLANDER, P. Liveness. Performance in a mediatized culture. 2nd Edition. Abingdon/ New York: Routledge, 2008.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições, 2011.

BACON-SMITH, C. Enterprising Women: Television Fandom and the Creation of Popular Myth. Philadelphia: University of Pennsylvania Press, 1992.

BOOTH, P. Digital Fandom: New Media Studies. Nova Yorke: Peter Lang, 2010.

BOURDIEU, P. A Distinção: Crítica Social do Julgamento. São Paulo: Edusp; Porto Alegre, RS: Zouk, 2008.

DUFFET, M. We are interrupted by your noise: heckling and the symbolic economy of popular music stardom. Popular Music and Societ, v.3 2, n. 1, p. 37-57, 2009.

GROSSBERG, L. Is there a fan in the house? The affective sensibility of fandom. In: LEWIS, L. A. (ed.). The adoring audience: fan culture and popular media. Londres: Routledge, 1992.

GRUZD, A. (2020). Netlytic: Software for Automated Text and Social Network Analysis, 2020. Disponível em: <https://Netlytic.org>, Acesso em: 15 de abr. 2022.

FISKE, J. The Cultural Economy of Fandom. In: LEWIS, L. A. The Adoring Audience: Fan Culture and Popular Media. London: Routledge, 1992.

HAVARD, C.T., Wann, D.L., Fuller, R.D., Bouchard, K.. Rebels or Star Fleet? Investigating Rivalry in Sport and Star Wars/Star Trek Fandom. In: Rivalry and Group Behavior Among Consumers and Brands. Palgrave Macmillan, Cham, 2021.. https://doi.org/10.1007/978-3-030-85245-0_5

HENNION, A. Music Lovers: Taste as Performance. Theory, Culture and Society, v. 18, n. 5, p. 1-19, 201.

HJARVARD, S. Midiatização: teorizando a mídia como agente de mudança social e cultura. Matrizes, v. 5, n. 2, p. 53-91, 2012.

JENKINS, H. Convergência e conexão são o que impulsionam a mídia agora. Entrevista concedida a Priscila Kalinke e Anderson Rocha. Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, v. 39, n.1, p.213-219, jan./abr. 2016

JENKINS, H. Textual poachers: television fans & participatory culture. New York: Routledge, 1992.

JANOTTI JR; J.; SÁ, S. P. Revisitando a noção de gênero musical em tempos de cultura musical digital. Galáxia, v. 41, May-Aug 2019.

JOHNSON, D. Fan-Tagonism. Factions, Institutions and Constitutive Hegemonies of Fandom. In: GRAY, J.; SANVDOSS, C.; HARRINGTON, C. L. Fandom: Identities and communities in a mediated world. Nova York: New York University Press, 2007.

LIMA, C. A. R. Telenovela transmídia na Rede Globo: o papel das controvérsias 2018. 259 f. Tese (Doutorado) – Curso de Pós-graduação em Artes e Comunicação, Universidade Federal de Pernambuco, Pernambuco, 2018.

LUPINACCI, L. Da minha sala pra sua”: teorizando o fenômeno das lives em mídias sociais. Revista Galáxia, n. 46, p.1-17, 2021.

MARTINO, L. M. S. Teoria das Mídias Digitais. Petrópolis: Ed. Vozes, 2015.

MARWICK, A.; BOYD, D. To See and Be Seen: Celebrity Practice on Twitter. Convergence, v. 17, n. 2, p. 139–158, 2011.

RAMIREZ, P.A. Mediatizácion social: poder, mercado y consumo simbólico. Salamanca: CS, 2016

REDMOND, S. Celebrity. New York: Routledge, 2019.

RECUERO, R. Introdução à análise de redes sociais online. Edufba: Salvador, 2017.

RENTFROW, P.; MCDONALD, J.; OLDMEADOW, J. A. You Are What You Listen To: Young People's Stereotypes about Music Fans. Group Processes & Intergroup Relations, v. 12, n. 3, p. 329-344, 2015.

SÁ, S. P. Somos Todos Fãs e Haters? Cultura Pop, afetos e performance de gosto nos sites de redes sociais. Revista ECO-Pós, v. 19, n. 3, p. 50-67, 2016.

SANDVOSS, C.; VALE, S. do. Quando Estrutura e Agência se Encontram: os fãs e o poder. Ciberlegenda, n. 28. v. 1, p. 9-41, 2013.

SOARES, T. Abordagens Teóricas para Estudos Sobre Cultura Pop. Logos 41 Cidades, Culturas e Tecnologias Digitais, v. 2, n. 24, p. 68-81, 2014.

ZAN, José Roberto. Música Popular Brasileira: indústria cultural e identidade. Eccos, v. 3, n. 1, p. 105-122, 2001.

Downloads

Publicado

2023-10-19

Como Citar

FARNESE, P. A.; FERNANDES, C. M.; GRECO ALVES , C. . ENGAJAMENTO MIDIÁTICO ATRAVÉS DAS CONTROVÉRSIAS ENTRE FÃS: UM ESTUDO DA LIVE DE IVETE E CLÁUDIA NO CARNAVAL DA PANDEMIA . Revista GEMInIS, [S. l.], v. 14, n. 2, p. 126–144, 2023. DOI: 10.53450/2179-1465.RG.2023v14i2p126-144. Disponível em: https://www.revistageminis.ufscar.br/index.php/geminis/article/view/761. Acesso em: 18 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos