NAS DOBRAS DO SUL GLOBAL

POLÍTICAS DE ALIANÇA E SOLIDARIEDADE NO CENÁRIO DE ESPORT DA AMAZÔNIA BRASILEIRA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.53450/2179-1465.RG.2023v14i2p68-100

Palavras-chave:

Game studies, Esports, Competição

Resumo

Este artigo discute o fenômeno das dinâmicas sociais e da progressão na prática competitiva no contexto particular do cenário de esports da Amazônia brasileira, com ênfase na cidade de Belém, no Pará. A partir de uma etnografia longitudinal com uma equipe semiprofissional, o trabalho problematiza o quanto dois elementos da experiência contemporânea do jogo se conectam: o modo como aspectos de ordem social incide em aspectos de natureza técnica. Os resultados indicam que o tecido social comunitário de esports em Belém é conformado, mantido e desenvolvido mais em torno de uma camaradagem esportiva, entre equipes e jogadores, do que em torno de um ethos de profissionalismo. Por outro lado, as dinâmicas sociais que envolvem a camaradagem da comunidade são exemplos pulsantes de políticas de aliança e solidariedade diante da precariedade, das vulnerabilidades e das assimetrias que afligem os jogadores que buscam a profissionalização na periferia dos esports. Revelam, portanto, índices de organizações informais de apoio mútuo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tarcízio Macedo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Doutor em Comunicação e Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Mestre em Comunicação, Cultura e Amazônia pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Especialista em Comunicação Científica na Amazônia pelo Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (Naea, UFPA), Museu Paraense Emílio Goeldi e Faculdade de Comunicação (UFPA). Bacharel em Comunicação Social –Jornalismo pela UFPA. Foi pesquisador visitante da Universitat Autònoma de Barcelona (UAB) e da Universitat de Vic - Universitat Central de Catalunya (UVic-UCC), no doutorado, e da Universidade Federal da Bahia e Universidade do Estado da Bahia, no mestrado. Atualmente,é pesquisador do Laboratório Cubo deInovação na Escola de Comunicação, Mídia e Informação da Fundação Getulio Vargas (FGV EMCI), do Laboratório de Artefatos Digitais (UFRGS) e do grupo de pesquisa Inovação e Convergênciana Comunicação(UFPA).

Referências

AMARO, Mariana; FRAGOSO, Suely; SEULA, Roger. Mediações nos e-sports e streaming de jogos: uma exemplificação a partir da performance do pro-player BrTT. Animus, Santa Maria, v. 20, n. 43, p. 246-268, 2021.

CURIEL, Ochy. Construindo metodologias feministas a partir do feminismo decolonial. In: DE HOLLANDA, Heloísa Buarque (Ed.). Pensamento feminista hoje: perspectivas decoloniais. Bazar do Tempo, 2020.

CHEN, Mark. Communication, coordination, and camaraderie in World of Warcraft. Games and Culture, London, v. 4, n. 1, p. 47-73, 2009.

DUCHENEAUT, Nicolas; YEE, Nick; NICKELL, Eric; MOORE, Robert. Alone together? Exploring the social dynamics of massively multiplayer online games. In: ACM CHI, 2006, Montreal. Proceedings... Montreal, 2006, p. 1-10.

FALCÃO, Thiago. Não-humanos em Jogo. Agência e Prescrição em World of Warcraft. 2014. Tese (Doutorado), Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2014.

FALCÃO, Thiago; MARQUES, Daniel; MUSSA, Ivan. #BOYCOTTBLIZZARD: capitalismo de plataforma e a colonização do jogo. Contracampo, Niterói, v. 39, n. 2, p. 59-78, 2020.

FALCÃO, Thiago; MARQUES, Daniel; MUSSA, Ivan; MACEDO, Tarcízio. At the Edge of Utopia. Esports, Neoliberalism and the Gamer Culture’s Descent into Madness. Journal Gamevironments, Bremen, v. 13, n. 2, p. 382-419, 2020.

JUUL, Jesper. A Clash between Game and Narrative: a thesis on computer games and interactive fiction. 1999. Thesis (Doctor of Philosophy), University of Copenhagen, Copenhagen, 1999.

JUUL, Jesper. A Casual Revolution: reinventing video games and their players. Cambridge: MIT Press, 2010.

JUUL, Jesper. The Art of Failure. An Essay on the Pain of Playing Video Games. Cambridge: MIT Press, 2013.

KLASTRUP, Lisbeth. Towards a Poetics of Virtual Worlds: Multi-User Textuality and the Emergence of Story. 2003. Thesis (PhD), IT University of Copenhagen, Copenhagen, 2003.

MACEDO, Tarcízio. Like a Pro: Comunicação, Coordenação e Camaradagem no e-Sport da Amazônia. Razón y Palabra, Quito, v. 23, p. 285-320, 2019.

MACEDO, Tarcízio. Para pensar a episteme do jogar: aproximações ao pluralismo metodológico e à ecologia de saberes do jogar. In: SARDINHA, Antônio; LIMA, Verônica; LARA, Eloina; BELMONTE, Valeria (Orgs.). Decolonialidade, Comunicação e Cultura/Decolonialidad, Comunicación y Cultura. Macapá: Editora da UNIFAP, 2022, p. 343-377.

MACEDO, Tarcízio. Querelas esquecidas dos game studies: monopólio e diversidade configuracional nos esports. Galáxia, São Paulo, v. 48, n. 1, p. 1-23, 2023a.

MACEDO, Tarcízio. Como um profissional: etnografia (movente), participação e reflexividade na pesquisa em esports desde a Amazônia brasileira. Etnografías Contemporáneas, San Martín, 2023b, no prelo.

MACEDO, Tarcízio; FALCÃO, Thiago. E-Sports, herdeiros de uma tradição. Intexto, Porto Alegre, v. 45, n. 2, p. 246-267, 2019a.

MACEDO, Tarcízio; FALCÃO, Thiago. Group Dynamics in Esports: Delving into the Semi-professional League of Legends Amazonian Scenario. In: ZAGALO, Nelson Zagalo; VELOSO, Ana; COSTA, Liliana; MEALHA, Óscar (Eds.). Videogame Sciences and Arts: Communications in Computer and Information Science. Cham, Switzerland: Springer International Publishing, 2019b, v. 1164, p. 150-165.

MACEDO, Tarcízio; FALCÃO, Thiago. Like a Pro: Communication, Camaraderie and Group Cohesion in the Amazonian Esports Scenario. Entertainment Computing, London, v. 34, p. 100354, 2020.

MACEDO, Tarcízio; FRAGOSO, Suely. Geografias dos Esports: mediações espaciais da prática competitiva na Amazônia. Logos, Rio de Janeiro, v. 26, n. 2, p. 106-123, 2019.

MACEDO, Tarcízio; KURTZ, Gabriela. Quem não sonhou em ser um jogador de videogame? Colonialidade, precariedade e trabalho de esperança em Free Fire. Contracampo, Niterói, v. 40, n. 3, p. 1-23, 2021.

MACEDO, Tarcízio; VIEIRA, Manuela. Mais do que apenas dedos rápidos: narrativas e experiências de performances em League of Legends. Lumina, Juiz de Fora, v. 11, n. 1, p. 1-20, 2017.

MACEDO, Tarcízio; VIEIRA, Manuela. Esports e reflexividade: notas etnográficas de um aprendiz de pro-player. Revista Eco-Pós, Rio de Janeiro, v. 26, n. 1, p. 421-447, 2023.

MIGNOLO, Walter. Historias locales/disenos globales: colonialidad, conocimientos subalternos y pensamiento fronterizo. Madrid: Akal, 2003.

MUSSA, Ivan; FALCÃO, Thiago; MARQUES, Daniel. A Corrosão do Lazer: Exploração do Trabalho Infantil nos Esports. In: ENCONTRO ANUAL DA COMPÓS, 30., 2021, São Paulo. Anais... Brasília: Compós, 2021, p. 1-20.

PASE, André; SCHULTZ, Heelary. 2013, The Year eSports Defined Their Place in Brazil. In: HILTSCHER, Julia; SCHOLZ, Tobias. eSports Yearbook 2013/14. Norderstedt: Books on Demand GmbH, 2015 (eBook), p. 23-28.

SOUSA SANTOS, Boaventura. Toward a New Common Sense: Law, Science and Politics in the Paradigmatic Transition. New York: Routledge, 1995.

SIMMEL, Georg. Georg Simmel: sociologia. São Paulo: Ática, 1983.

SIMMEL, Georg. Sociology. Inquiries into the Constitution of Social Forms. Boston: Brill, 2009.

TAYLOR, Nicholas. Play to the camera: Video ethnography, spectatorship, and e-sports. Convergence, London, v. 22, n. 2, p. 115-130, 2016.

TAYLOR, T. Does WoW Change Everything?: How a PvP Server, Multinational Player Base, and Surveillance Mod Scene Caused Me Pause. Games and Culture, London, v. 1, n. 4, p. 318-337, 2006a.

TAYLOR, T. Play Between Worlds: Exploring Online Game Culture. Cambridge: MIT Press, 2006b.

TAYLOR, T. Raising the Stakes: E-Sports and the Professionalization of Computer Gaming. Cambridge: MIT Press, 2012.

TAYLOR, T.; JAKOBSSON, Mikael. The Sopranos meets EverQuest: social networking in massively multiplayer online games. In: PROCEEDINGS OF DAC, 2003, Melbourne. Proceedings... 2003, Melbourne.

WARMELINK, Harald; SIITONEN, Marko. A decade of research into player communities in online games. Journal of Gaming & Virtual Worlds, Bristol, v. 5, n. 3, p. 271-293, 2013.

Downloads

Publicado

2023-10-19

Como Citar

MACEDO, T. NAS DOBRAS DO SUL GLOBAL: POLÍTICAS DE ALIANÇA E SOLIDARIEDADE NO CENÁRIO DE ESPORT DA AMAZÔNIA BRASILEIRA. Revista GEMInIS, [S. l.], v. 14, n. 2, p. 68–100, 2023. DOI: 10.53450/2179-1465.RG.2023v14i2p68-100. Disponível em: https://www.revistageminis.ufscar.br/index.php/geminis/article/view/775. Acesso em: 18 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos