A CONSTRUÇÃO DO LUGAR AUTORAL DA ROTEIRISTA SHONDA RHIMES NO MERCADO DA FICÇÃO SERIADA TELEVISIVA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.53450/2179-1465.RG.2021v12i1p42-63

Palavras-chave:

autoria, roteirista, Shonda Rhimes

Resumo

o presente artigo analisa a construção do lugar autoral da roteirista Shonda Rhimes no mercado da ficção seriada televisiva, destacando o papel de Grey’s Anatomy na composição e consolidação dessa posição. Para tanto, examinamos momentos-chave da história da roteirista que definiram sua trajetória e suas escolhas neste mercado. Assim, buscamos demonstrar como a percepção de Rhimes sobre as especificidades do contexto de produção das séries se traduziu em estratégias de consolidação da importância do ofício do roteirista na função autoral das séries, em circunstâncias que promoveram um maior grau de autonomia na condução de seus projetos estilísticos e estéticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Genilson Alves, Universidade Federal da Bahia

Doutorando e mestre em Comunicação e Cultura Contemporâneas (PÓSCOM/UFBA), Mestre em Comunicação e Cultura Contemporâneas (PÓSCOM/UFBA). 

Maria Carmen Jacob de Souza, Universidade Federal da Bahia

Professora doutora da Universidade Federal da Bahia e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas. Lider do Grupo de Pesquisa A-teve: laboratório de análise da teleficção (CNPq. Poscom/UFBA).

Referências

ALBUQUERQUE, Afonso de.; MEIMARIDIS, M. . Dissecando fórmulas narrativas: drama profissional e melodrama nas séries médicas. Revista Fronteiras (Online), v. 18, p. 158-169, 2016.

ALVES, Genilson. Change is everything: o mundo ficcional de Grey’s Anatomy como laboratório autoral de Shonda Rhimes. 2019. 132f. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Cultura Contemporâneas) – Faculdade de Comunicação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA, 2019.
GOLDBERG, Lesley. How to get a job in Shondaland. The Hollywood Reporter, Los Angeles, 22 dez. 2014. Disponível em: <https://www.hollywoodreporter.com/live-feed/how-get-a-job-shondaland-753483>. Acesso em 04 de setembro de 2018.

BIANCHINI, Maíra. A Netflix no campo de produção de séries televisivas e a construção narrativa de Arrested Development. 2018. 220f. Tese (Doutorado em Comunicação e Cultura Contemporâneas) – Faculdade de Comunicação, Universidade Federal da Bahia. Salvador, BA, 2018.
BIANCHINI, Maíra dos Santos. ‘Não é TV’ – Estratégias Comunicacionais da HBO no Contexto das Redes Digitais. 2011. 151f. Dissertação (Mestrado em Comunicação Midiática) — Universidade Federal de Santa Maria. Santa Maria, RS, 2011.

BORDWELL, David. Figuras Traçadas na Luz: A Encenação no Cinema. Campinas: Papirus, 2008.

BORDWELL, David; THOMPSON, Kristin. A arte do cinema: Uma introdução. Tradução: Roberta Gregoli. Campinas, SP: Editora da Unicamp; São Paulo, SP: Editora da USP, 2013.

BOURDIEU, Pierre. As Regras da Arte. Trad. Maria Lúcia Machado. São Paulo: Cia das Letras, 1996.

CALABRESE, Omar. 1999. A Idade Neobarroca. Lisboa: Edições 70.
ECO, Umberto. 1989. A inovação no seriado. In: _____. Sobre os Espelhos e Outros Ensaios. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, p. 120–139.
EM 2019, EUA produziu mais de 500 séries pela 1ª vez na história. UOL, São Paulo, 09 jan. 2020. Disponível em: <https://deadline.com/2018/01/ellen-pompeo-new-greys-anatomy-deal-qa-1202242904/>. Acesso em 10 de março de 2021.

ESQUENAZI, Jean-Pierre. As séries televisivas. Lisboa: Texto & Grafia, 2011. 189p.
GOMES, W. S. Princípios de poética (com ênfase na poética do cinema). In: PEREIRA, M.; GOMES, R.; FIGUEIREDO, V. (Org.). Comunicação, representação e práticas sociais. 1ed. Rio de Janeiro: Editora PUC, 2004, v. , p. 93-125.
HUVER, Scott. Grey’s Anatomy Team Reflects on Show’s Legacy as It Hits 300 Episodes. Variety, Nova York, 09 nov. 2017. Disponível em: <https://variety.com/2017/tv/features/greys-anatomy-at-300-shonda-rhimes-krista-vernoff-oral-history-1202608378/>. Acesso em 12 de setembro de 2018.

KOBLIN, John. Netflix Signs Shonda Rhimes in Counterpunch to ABC and Disney. The New York Times, Nova York, 14 ago. 2017. Disponível em: <https://www.nytimes.com/2017/08/14/business/media/shonda-rhimes-netflix-deal.html>. Acesso em 17 de outubro de 2018.

LEVINE, Elana. Grey’s Anatomy: Feminism. IN: MITTELL, Jason; THOMPSON, Ethan (eds). How To Watch Television. New York: New York University Press, 2013. p. 139-147.
MASTERCLASS. Shonda Rhimes teaches writing for television. Disponível em: https://www.masterclass.com/classes/shonda-rhimes-teaches-writing-for-television/enrolled#/. Acesso em 08 de setembro de 2018.

MEIMARIDIS, Melina. Dissecando a estrutura narrativa dos seriados médicos americanos. Dissertação (Mestrado em Comunicação) — Universidade Federal Fluminense, Niterói, RJ, 2017.
MITTELL, Jason. Complex TV. The Poetics of Contemporary Television Storytelling. New York: New York University Press, 2015.
PICADO, Benjamim; SOUZA, Maria C.J. . Dimensões da autoria e do estilo na ficção seriada televisiva. MATRIZES (ONLINE), v. 12, p. 53-77, 2018.
PRESS, Joy. Stealing the Show: How Women Are Revolutionizing Television. Londres: Faber & Faber, 2018.

RHIMES, Shonda. O ano em que disse sim: como dançar, ficar ao sol e ser a sua própria pessoa. Rio de Janeiro: Best Seller, 2016.

SOUZA. M. C. J. O papel das redes de televisão na construção do lugar do autor nas telenovelas. In: SOUZA, M. C. J.; BARRETO, R. R. (Orgs.). Bourdieu e os estudos de mídia: campo, trajetória e autoria. Salvador: Edufba, 2014. p. 13-40.

THE WRAP. Netflix ratings leak: 200,000 start ‘Grey’s Anatomy’ from episode one each month, says ABC chief. Disponível em: <https://www.thewrap.com/netflix-ratings-leak-200000-start-greys-anatomy-episode-one-month-says-abc-chief/>. Acesso em 08 de setembro de 2018.

TEIXEIRA, J. S.. Regimes de Serialidade. 1. ed. Salvador: Benditas, 2020.
TEIXEIRA, J. S.; SOUZA, Maria . Princípios e recursos da continuidade narrativa na serialidade dos comics de super-heróis. REVISTA FRONTEIRAS (ONLINE), v. 3, p. 130-141, 2019.
THOMPSON, Kristin. Storytelling in film and television. Cambridge e Londres: Harvard University Press, 2003.

Downloads

Publicado

2021-06-27

Como Citar

ALVES, G.; JACOB DE SOUZA, M. C. A CONSTRUÇÃO DO LUGAR AUTORAL DA ROTEIRISTA SHONDA RHIMES NO MERCADO DA FICÇÃO SERIADA TELEVISIVA. Revista GEMInIS, [S. l.], v. 12, n. 1, p. 42–63, 2021. DOI: 10.53450/2179-1465.RG.2021v12i1p42-63. Disponível em: https://www.revistageminis.ufscar.br/index.php/geminis/article/view/619. Acesso em: 25 fev. 2024.

Edição

Seção

Dossiê - Desafios, tendências e pesquisas. Roteiros Audiovisuais