Conversas sobre transmedia storytelling: alternativas produtivas - Entrevista com Rafael Nunes

Autores

  • Fernanda Castilho Universidade de Coimbra

Palavras-chave:

portugal, transmedia, modelos de negócio

Resumo

Rafael Antunes realizou recentemente em Portugal projetos de ficção orientados pela lógica transmedia aplicada ao storytelling. Tanto Lápis Azul como Mutter conseguiram ter impacto na mídia portuguesa, mas o produtor admite que ainda existe um grande abismo entre os projetos transmídia e a lógica de produção tradicional do cinema e da televisão. Rafael Antunes integra o projeto CIAKL, European course in entrepreneurship for the creative industries, que envolve várias Universidades Europeias e empresas do ramo na procura de novos modelos de negócio para as indústrias criativas. Para além disso, desenvolve o seu doutoramento em Ciências da Comunicação na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, instituição que tem apoiado o desenvolvimento dos seus projetos em conjunto com a emissora SIC (Sociedade Independente de Comunicação), na qual trabalha desde 2001. O seu currículo ainda conta com a realização de curtas-metragens premiados por festivais portugueses.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Castilho, Universidade de Coimbra

Doutoranda em Ciências da Comunicação na Universidade de Coimbra (2010-2014) com bolsa integral da CAPES. Mestre pela mesma instituição e pesquisadora do CIMJ (Centro de Investigação Media e Jornalismo).

Downloads

Publicado

2014-07-14

Como Citar

CASTILHO, F. Conversas sobre transmedia storytelling: alternativas produtivas - Entrevista com Rafael Nunes. Revista GEMInIS, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 204–209, 2014. Disponível em: https://www.revistageminis.ufscar.br/index.php/geminis/article/view/198. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Espaço Convergente