TRADUÇÃO AUDIOVISUAL ACESSÍVEL

UMA REVISÃO INTEGRATIVA DE TESES E DISSERTAÇÕES CEARENSES NO PERÍODO DE 2009 A 2019

Autores

DOI:

https://doi.org/10.53450/2179-1465.RG.2021v12i3p7-32

Palavras-chave:

Tradução Audiovisual, legendagem para surdos e ensurdecidos, janela de Libras

Resumo

Este trabalho é uma revisão integrativa que analisou teses e dissertações que trataram da legendagem para surdos e da janela de Libras, no Ceará, no período de 2009 a 2019. Os procedimentos desta pesquisa se embasam na revisão integrativa de literatura enquanto abordagem metodológica. A análise quantitativa evidenciou a necessidade de mais pesquisas serem realizadas na área, pois apenas sete trabalhos foram encontrados na área de LSE (e nenhum na área de Janela de Libras). Ademais, a análise qualitativa sugere que os parâmetros de legendagem que asseguram a boa compreensão da mensagem pelo surdo precisam ser mais bem observados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sarah Maria de Oliveira, Universidade Federal do Ceará

Mestranda do Programa em Estudos da Tradução (POET) Especialista em Libras: Tradução, interpretação e ensino pelo Centro Universitário 7 de Setembro - 2017, Especialista em Assessoria de Comunicação pela Universidade de Fortaleza - 2013, Bacharel em Letras Libras pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC; Bacharel em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza - UNIFOR – 2009. Atua como Tradutora e Intérprete de Libras em contexto educacional na Universidade de Fortaleza e no Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação - Lead Dell.

Aline Nunes de Souza, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação em Letras Português/Inglês pela Universidade Estadual do Ceará (2005), mestrado em Linguística Aplicada por essa mesma universidade (2008) e doutorado em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina (2015). É professora de Linguística e Linguística Aplicada no Curso de Graduação em Letras/Libras (Departamento de Libras) da Universidade Federal de Santa Catarina desde 2010. Atualmente é vice líder do Grupo de Pesquisa "Grupo de Estudos Linguísticos da Libras" (CNPQ). Também faz parte do Projeto de Pesquisa "Documentação da Libras" e do Grupo de Pesquisa "Corpus de Libras" (CNPQ), atuando especificamente no subprojeto "Ensino de Libras como L2". Coordena o Projeto de Extensão "Ensino de Inglês Escrito para Surdos”. Atua como intérprete e tradutora de Libras-Português e também na formação de tradutores e intérpretes desse par linguístico. Tem experiência como professora de português e inglês para surdos, além de trabalhar com formação de professores de surdos (português e inglês). Atua principalmente nos seguintes temas: educação de surdos, Libras, tradução e interpretação Libras-português-Libras, ensino de língua portuguesa e língua inglesa para surdos e desenvolvimento da escrita em L2/LE.

Patrícia Araújo Vieira, Universidade Federal do Ceará

É professora adjunta do curso Letras Libras da Universidade Federal do Ceará - UFC, professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução (POET/UFC) e professora colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGL- UFC). Membro pesquisadora do Laboratório de Tradução Audiovisual (LATAV) e do Laboratório de Ciência Cognitivas e Psico-linguística (LCCP). Doutora em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual do Ceará - UECE (2016). Possui graduação em Letras (habilitação em Português) pela UFC (2001), mestrado em Linguística Aplicada pela UECE (2009) e especialização no Ensino da Língua Portuguesa pela UECE (2004). Tem desenvolvido pesquisas na área de Linguística, com ênfase nos seguintes temas: Língua Brasileira de Sinais (Libras), leitura e escrita em português como segunda língua para os surdos, Tradução Audiovisual Acessível (TAVa) a surdos e estudos em movimentação ocular.

Referências

ARAÚJO, Vera L. S.; MONTEIRO, Silvia. M. M; VIEIRA, Patrícia A. Legendagem de campanhas políticas e de propagandas de anúncios publicitários televisivos brasileiros: uma pesquisa de recepção. Horizontes de Linguística Aplicada, ano 12, n. 1, 2013. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/horizontesla/article/view/1236/1076 Acesso em 15 set. 2021.

BRASIL. Decreto nº 5626, de 22 de dezembro de 2005. Regulamenta a Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras, e o art. 18 da Lei nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Diário Oficial da União - Seção 1 - 23/12/2005, Página 28. Brasília, DF, 22 dez. 2005. Disponível em: https://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=28&data=23/12/2005. Acesso em: 15 set. 2021.

BRASIL. Lei nº 10098, de 19 de dezembro de 2000. Estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências. Lei no 10.098, de 19 de Dezembro de 200.. Brasília, DF, 19 dez. 2000. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l10098.htm. Acesso em: 16 set. 2021.

BRASIL. Lei n. 10.436, de 24 abr. de 2002. Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 25 abr. 2002. Disponível em: <http://legislacao.planalto.gov.br/legisla/legislacao.nsf/Viw_Identificacao/lei%2010.436-2002?OpenDocument> Acesso em: 20 set. 2020.

FRANCO, Eliana Paes Cardoso; ARAUJO, Vera Lucia Santiago. Questões terminológico-conceituais no campo da tradução audiovisual (tav). Tradução em Revista, Rio de Janeiro, v. 2011, n. 11, p. 1-23, 28 dez. 2011. Faculdades Catolicas. http://dx.doi.org/10.17771/pucrio.tradrev.18884. Disponível em: https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/18884/18884.PDFXXvmi Acesso em: 21 set. 2021.

GABRIEL, Maria Helena Clarindo. Problemas de segmentação linguística na legendagem para surdos e ensurdecidos (lse) de “cheias de charme”: uma análise baseada em corpus. 2015. 109 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Linguística Aplicada, Pos Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2015. Disponível em: http://www.uece.br/posla/wp-content/uploads/sites/53/2019/11/DISSERTAC%CC%A7A%CC%83O-MARIA-HELENA-CLARINDO-GABRIEL-1.pdf. Acesso em: 14 set. 2021.

JULLIER, Laurent. Le son au cinéma. Paris : Cahiers cinéma, SCEREN (CNPD), 2006.

MONTEIRO, Silvia Malena Modesto. Legendagem para surdos e ensurdecidos (LSE) e legendagem para ouvintes: um estudo sobre a segmentação e a velocidade na legendagem da campanha política de 2010. 2016. 234 f. Tese (Doutorado) - Curso de Linguística Aplicada, Pos Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2016. Disponível em: http://www.uece.br/posla/wp-content/uploads/sites/53/2020/01/TESE_SILVIA-MALENA-MODESTO-MONTEIRO.pdf. Acesso em: 20 set. 2021.

NASCIMENTO, Anna Katarina Pessoa do. Linguística de corpus e legendagem para surdos e ensurdecidos (LSE): uma análise baseada em corpus da tradução de efeitos sonoros na legendagem de filmes brasileiros em dvd. 2013. 109 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Linguística Aplicada, Pos Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2013. Disponível em: http://www.uece.br/posla/wp-content/uploads/sites/53/2019/11/Anakatarinnapessoadonascimento.pdf. Acesso em: 14 set. 2021.

NASCIMENTO, Vinícius. Janelas de libras e gêneros do discurso: apontamentos para a formação e atuação de tradutores de língua de sinais. Trabalhos de linguística aplicada, v. 56, n. 2, p.461-492, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-18132017000200008&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 23 set. 2021.

NASCIMENTO, Vinícius. Consumo da cultura audiovisual por surdos: perfil sociolinguístico e questões para planejamento de políticas linguísticas e de tradução. Travessias Interativas – Políticas linguísticas das línguas de sinais. ISSN 2236-7403. N 22, vol. 10, p.386-406, 2020. Disponível em: https://seer.ufs.br/index.php/Travessias/article/view/15345/11587. Acesso em: 11 jan 2022.

NAVES, Silvia. Bahiense.; ARAÚJO, Vera. Lucia. Santiago.; MAUCH, Carla.; ALVES, Soraia. Ferreira.; (orgs). Guia para Produções Audiovisuais Acessíveis. Brasília: Ministério da Cultura/Secretaria do Audiovisual, 2016. p. 42-81. Disponível em: http://www.repositoriobib.ufc.br/000060/0000601e.pdf. Acesso em: 18 set. 2021.

OLIVEIRA, Sarah Maria de. A Legendagem para Surdos e a Janela de Libras como Tradução Audiovisual: uma revisão integrativa de teses e dissertações cearenses no período de 2009 a 2019. 2021. 51 f. TCC (Graduação) - Curso de Letras Libras, Universidade Federal de Santa Catarina, Fortaleza, 2021. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/223613/sarah.maria.de.oliveira-TCC.2021.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 04 jan. 2022.

RODRIGUES, Carlos Henrique. A Interpretação para Língua de Sinais Brasileira: efeitos de modalidade e processos inferenciais. 2013. 255 f. Tese (Doutorado) - Curso de Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2013. Cap. 4. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/MGSS-9CXQ8L/1/rodrigues__2013___tese_poslin.pdf Acesso em: 14 set. 2021.

SACKS, Oliver. Vendo Vozes: uma viagem ao mundo dos surdos. São Paulo: Companhia das Letras, 2010. 215 p. Tradução de Laura Teixeira Mota.

SANTOS, Silvana Aguiar dos. Tradução/Interpretação de Língua de Sinais no Brasil: uma análise das teses e dissertações de 1990 a 2010. 2013. 313 f. Tese (Doutorado) - Curso de Pós Graduação em Estudos da Tradução, Centro de Comunicação e Expressão, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2013. Cap. 7. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/122677/325007.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 22 set. 2021.

SILVA, Daniel Aguiar e. A explicitação na legendagem do filme o nascimento de Cristo: um estudo baseado em corpus. 2014. 138 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Linguística Aplicada, Pos Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2014. Disponível em: http://www.uece.br/posla/wp-content/uploads/sites/53/2019/11/DANIEL-AGUIAR-E-SILVA.pdf. Acesso em: 24 set. 2021.

TORRES, Elizabeth Fatima; MAZZONI, Alberto Angel. O direito de acesso à televisão nos meios televisivos: onde está a inclusão? Inclusão Social, Brasília, v. 2, n. 1, 2007. Disponível em: <http://revista.ibict.br/inclusao/index.php/inclusao/article/viewFile/44/71>.

VIEIRA, Maria. Izalete. Inacio.. Acessibilidade sem esforço para surdos: janela de libras ou legenda? Uma análise dos instrumentos de acessibilidade para surdos usados no filme “O Grão”. In: III Congresso Nacional de Pesquisas em Tradução & Interpretação de Libras e Língua de Portuguesa, 2012, Florianópolis. Anais do III Congresso Nacional de Pesquisas em Tradução & Interpretação de Libras e Língua de Portuguesa. Florianópolis: Ronice Müller de Quadros:Pós-Graduação em Estudos da Tradução, 2012. v. III. Disponível em: http://www.congressotils.com.br/anais/anais/tils2012_metodologias_traducao_vieira.pdf Acesso em 25 set 2021

VIEIRA, Patrícia Araújo. A Influência da Segmentação e da Velocidade na Recepção de Legendas para Surdos e Ensurdecidos (LSE). 2016. 244 f. Tese (Doutorado) - Curso de Linguística Aplicada, Pós Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2016. Cap. 5. Disponível em: http://www.uece.br/posla/wp-content/uploads/sites/53/2020/01/TESE_PATR%C3%8DCIA-ARA%C3%9AJO-VIEIRA.pdf. Acesso em: 22 set. 2021.

Downloads

Publicado

2022-02-16

Como Citar

DE OLIVEIRA, S. M.; NUNES DE SOUZA, A.; ARAÚJO VIEIRA, P. TRADUÇÃO AUDIOVISUAL ACESSÍVEL: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DE TESES E DISSERTAÇÕES CEARENSES NO PERÍODO DE 2009 A 2019. Revista GEMInIS, [S. l.], v. 12, n. 3, p. 7–32, 2022. DOI: 10.53450/2179-1465.RG.2021v12i3p7-32. Disponível em: https://www.revistageminis.ufscar.br/index.php/geminis/article/view/685. Acesso em: 18 abr. 2024.

Edição

Seção

Dossiê - Acessibilidade Audiovisual: práticas de tradução e linguagem