¡CUIDADO MARGINALES! ESTRATÉGIAS DE DIVULGAÇÃO DE ORIGINAIS NETFLIX PARA AMÉRICA LATINA

COMUNICABILIDADE E ZONAS DE CONSUMO NA ERA DA TV TRANSNACIONAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.53450/2179-1465.RG.2021v12i2p276-297

Palavras-chave:

Netflix Latinoamérica, Televisão por internet, Estratégias de Comunicabilidade, Nostalgia

Resumo

Análise das práticas de divulgação de Netflix junto a audiências da América Latina a partir de uma metodologia que combina análise da televisualidade com uma abordagem hermenêutica da narrativa para examinar as estratégias de comunicabilidade que sustentam um vídeo promocional da série Orange is The New Black (OITNB). A análise dá a ver um esforço de retomada da audiência por meio do recurso da nostalgia, tendo em vista um espectador capaz de reconhecer o melodrama como mediação. Concluímos que Netflix assume América Latina como um território simbólico que conforma uma zona de consumo para a qual empreende estratégias singulares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Simone Maria Rocha, Universidade Federal de Minas Gerais

Professora titular do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Universidade Federal de Minas Gerais e líder do Grupo de Pesquisa Comunicação e Cultura em Televisualidades/COMCULT. Mantém interesse nas seguintes áreas: métodos de análise da poética e do estilo em obras de ficção televisiva, assessoramento e tutoria de desenvolvimento dos projetos de séries de ficção seriada e capacitação de roteiristas na criação dramatúrgica; estudos de televisão global, na América Latina e no Brasil, com foco atual na televisão distribuída por internet; estratégias do mercado audiovisual latino-americano. É autora de O estilo televisivo e sua pertinência para a TV como prática cultural (2016) e de Análise da ficção televisiva: metodologias e práticas (2019). É bolsista em produtividade do CNPq, a quem agradece o apoio.

Livia Maia Caldeira Arantes, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Universidade Federal de Minas  Gerais,  mestre  pela  mesma  instituição.  Membro  do  Grupo  de  Pesquisa  Comunicação  e Cultura em Televisualidades/COMCULT. Realiza pesquisa na área de estudos de televisão no Brasil e América Latina voltada às transformações no campo produtivo de ficção seriada, especialmente as estimuladas pela entrada dos serviços de streaming no mercado. Trabalha como jornalista na TV pública Rede Minas de Televisão. 

Marcos Vinícius Meigre e Silva, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Universidade Federal de Minas Gerais e mestre pela mesma instituição. Membro do Grupo de Pesquisa Comunicação e Cultura em Televisualidades/COMCULT. Realiza pesquisas na área de estudos de televisão, com foco nas telenovelas e suas interfaces com a cultura e religião principalmente. Bolsista Capes/Proex.

Referências

BENGOA, José. La comunidad perdida. Ensayos sobre identidad y cultura: los desafíos de la modernización en Chile. Santiago: Ediciones Sur, 1996.

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política. São Paulo: Brasiliense, 1994.

BOYM, Svetlana. The Future of Nostalgia. New York: Basic Books, 2001.

BREA, José Luis. Estudios Visuales: La Epistemología de la Visualidad en la Era de la Globalización. Madrid: Ediciones Akal, 2005.

BUTLER, Jeremy G. Television: Critical Methods and Applications. New York: Routledge, 2012.

______. Television Style. New York: Routledge, 2010.

CASTELLANO, Mayka; MEIMARIDIS, Melina. Produção televisiva e instrumentalização da nostalgia: o caso Netflix. GEMInIS. v. 8, n. 1, p.60-86, jan. / abr. 2017.

CORNELIO-MARÍ, Elia Margarita. Melodrama mexicano en la era de Netflix: algoritmos para la proximidad cultural. Comunicación y Sociedad. e7481. 2020. DOI: https://doi.org/10.32870/cys.v2020.7481

COUTINHO, Iluska Maira da Silva; ARANTES, Livia Maia Caldeira. Estilo de Vida Netflix: Uma Nova Maneira de Ver Televisão. In: Pensar Acadêmico, v. 16, n. 2, p. 257-276. Maio-agosto 2019. DOI: 10.21576/rpa.2019v17i2.329.

HERLINGHAUS, Hermann. La Imaginación Melodramática: Rasgos intermediales y heterogéneos de una categoría precaria. In: HERLINGHAUS, Hermann (ed). Narraciones Anacrónicas de la Modernidad: Melodrama e Intermedialidad en América Latina. p. 21-60. Santiago: Editorial Cuarto Propio, 2002.

JENNER, Mareike. Netflix and the Re-Invention of Television. Cambridge: Palgrave Macmillan, 2018.

KELLER, Mario. Experienced Mood and Commodified Mode. In: Medien & Zeit. n.4, p. 61-71, 31 jan. 2016.

LOBATO, Ramon. Netflix Nations: The Geography of Digital Distribution. New York: New York University Press, 2019.

LOTZ, Amanda D. Portals: A Treatise on Internet-Distributed Television. MI: Michigan Publishing, University of Michigan Library, 2017.

______ The Television Will Be Revolutionized. New York, London: New York University Press, 2014.

MARTÍN-BARBERO, Jesús. Dos Meios às Mediações: Comunicação, Cultura e Hegemonia. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2015.

______. La crisis del hermeneuta o perspectivas transdisciplinares de la modernidad. In: MARTÍN-BARBERO, Jesús;
HERLINGHAUS, Herman (eds.). Contemporaneidad latinoamericana y análisis cultural. Conversaciones al encuentro de Walter Benjamin. p. 41-62. Madrid,Frankfurt: Iberoamiericana/Vervuert, 2000.

MARTÍN-BARBERO, Jesús; MUÑOZ, Sonia. Televisión y Melodrama: Géneros y Lecturas de la Telenovela en Colombia. Bogotá: Tercer Mundo Editores, 1992.

MCDONALD, Kevin; SMITH-ROWSEY, Daniel (eds.). The Netflix Effect: Technology and Entertainment in the 21st Century. New York: Bloomsbury, 2016.

MIRZOEFF, Nicholas. An Introduction to Visual Culture. London, New York: Routledge, 1999.

MITTELL, Jason. Television and American Culture. New York: Oxford University Press, 2010.

NETFLIX LATINOAMÉRICA. ¡Cuidado Marginales! (04m20s). Publicado em 16 jun. 2016. Disponível em: <https://youtu.be/jMMTN0DqRJ8>. Acesso em: 01 jul. 2020.

NETFLIX MEDIA CENTER. 2020. About Netflix. Disponível em:
<https://media.netflix.com/pt_br/about-netflix>. Acesso em: 01 jul. 2020.

NIEMEYER Katharina. Introduction: Media and Nostalgia. In: NIEMEYER, Katharina (ed.). Media and Nostalgia: Yearning for the past, present and future. p. 1-23. Palgrave Macmillan: Londres, 2014.

MITCHELL, William John Thomas. Picture Theory: Essays on Verbal and Visual Representation. Chicago: University of Chicago Press, 1994.

PERTIERRA, Anna Cristina; TURNER, Graeme. Locating Television: Zones of Consumption. London, New York: Routledge, 2013.

RICOEUR, Paul. Tempo e Narrativa 3. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010.

ROCHA, Simone Maria. Aruanas e a Poética Televisual na Era do Streaming. In: XXIX Encontro Anual da Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Comunicação, 2020, Campo Grande. Anais... Campo Grande, MS: Compós, 2020. p. 1-24.

______. Análise da Televisualidade e Proposições Sobre o Regime Estético Televisivo. In: ROCHA, Simone Maria;
FERRARAZ, Rogério (eds.). Análise da Ficção Televisiva: Metodologias e Práticas. p. 27-51. Florianópolis: Insular, 2019.

SILVA, Marcel; LOPES, Larissa. Nostalgic gestures on Brazilian television series: the case of Samantha!.Comunicación y Medios, v.29, n. 41, p. 106-116, jan. / jun. 2020. DOI: 10.5354/0719-1529.2020.56677

WOLF, Mauro. Géneros y Televisión. In: Anàlisi: Quaderns de Comunicació i Cultura, n. 9, p. 189-199, 1984.

Downloads

Publicado

2021-11-04

Como Citar

ROCHA, S. M.; ARANTES, L. M. C.; SILVA, M. V. M. e. ¡CUIDADO MARGINALES! ESTRATÉGIAS DE DIVULGAÇÃO DE ORIGINAIS NETFLIX PARA AMÉRICA LATINA: COMUNICABILIDADE E ZONAS DE CONSUMO NA ERA DA TV TRANSNACIONAL. Revista GEMInIS, [S. l.], v. 12, n. 2, p. 276–297, 2021. DOI: 10.53450/2179-1465.RG.2021v12i2p276-297. Disponível em: https://www.revistageminis.ufscar.br/index.php/geminis/article/view/532. Acesso em: 29 maio. 2022.