• Cocriação de Conteúdo Transmídia
    v. 10 n. 2 (2019)
    Edição especial em parceria com o 23º Florianópolis Audiovisual Mercosul - FAM, tendo a coeditoria temática de Marilha Naccari (UNISUL), que busca debater sobre a cocriação em projetos transmídia. O que refletimos enquanto práticas de cocriação do conteúdo transmídia? Cocriamos no roteiro entre nossos pares ou buscamos exatamente a complementação de outros saberes para a gênese das narrativas? 
  • Comunicação Multiplataforma
    v. 10 n. 1 (2019)
    É com satisfação que apresentamos a mais nova edição da Revista GEMInIS. Nesse número, apresentamos artigos que discutem questões relativas ao campo de estudos da comunicação e das mídias audiovisuais, pautando temas como redes sociais, recepção audiovisual, complexidade narrativa e análise de obras audiovisuais, dentre outros assuntos.
  • III Jornada Internacional GEMInIS (JIG 2018): Entretenimento Transmídia Multiplataforma
    v. 9 n. 3 (2018)
    É com orgulho que a equipe editorial da Revista GEMInIS apresenta mais uma nova edição à comunidade acadêmica e ao público em geral. Neste número, trazemos uma seleção de artigos apresentados durante a III Jornada Internacional GEMInIS (JIG 2018): Entretenimento Transmídia Multiplataforma, realizada entre os dias 28 e 30 de agosto de 2018. São trabalhos que se dedicam a compreender diferentes dinâmicas do campo audiovisual contemporâneo, pautando temas como as estratégias de produção e consumo em plataformas de vídeo sob demanda - bem como de outras iniciativas de distribuição de conteúdo através da internet, o jornalismo nas multiplataformas, o mercado e a inovação no campo comunicação, a televisão em convergência com as redes sociais, dentre outros assuntos. http://doi.org/10.4322/2179-1465.0903
  • Comunicação e Mídia
    v. 9 n. 2 (2018)
    É com satisfação que apresentamos uma nova edição da Revista GEMInIS. Nesse número, apresentamos artigos que discutem questões relativas ao campo de estudos da comunicação e das mídias, temas convergentes da narrativa seriada televisiva, da inovação tecnológica no audiovisual, das redes sociais, da publicidade e dos videogames. http://doi.org/10.4322/2179-1465.0902
  • Distopia Algorítmica e o Ativismo de Dados nas Plataformas
    v. 9 n. 1 (2018)
    É com satisfação que apresentamos mais uma edição da Revista GEMInIS. Nesse número, apresentamos artigos que discutem o tema “Distopia Algorítmica e o Ativismo de Dados nas Plataformas”, com o propósito de discutir os impactos do uso de algoritmo nas plataformas, uma vez que há recursos cada vez mais sofisticados para a extração de dados - que serão convertidos em uma experiência personalizada para o usuário, e utilizados para a venda de conteúdo e alcance para as empresas. Para além de fomentar um modelo de negócio rentável, as práticas dos algoritmos nas plataformas contemporâneas são atravessadas por diversas questões de ordem política, cultural, econômica e midiática, que colocam em cheque as formas de recepção, criação, participação e compartilhamento dos usuários. http://doi.org/10.4322/2179-1465.0901
  • Televisão: Formas Audiovisuais de Ficção e Documentário n.2
    v. 7 n. 2 (2016)
    A equipe editorial da Revista GEMInIS tem a satisfação de apresentar à comunidade acadêmica e ao público em geral uma edição especialmente elaborada em parceria com a Revista Lumina (Facom-UFJF)[1] – editado por Gabriela Borges, que traz a primeira parte de uma série com a publicação dos trabalhos apresentados e debatidos nas sessões do seminário seminário temático Televisão: Formas Audiovisuais de Ficção e Documentário – coordenado por Gabriela Borges, Marcel Vieira, Vicente Gosciola,  durante o XIX Encontro Internacional da SOCINE (Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual), realizado na UNICAMP, em outubro de 2015.[1] Disponível em: https://lumina.ufjf.emnuvens.com.br/lumina
  • Fãs, ativismo e redes: mídia livre do que?
    v. 7 n. 1 (2016)
    Está nas nuvens a décima segunda edição da Revista GEMInIS, uma publicação do “Grupo de Estudos sobre Mídias Interativas em Imagem e Som” – PPGIS/UFSCar. Este número traz o tema Fãs, ativismo e redes: mídia livre do que?, a fim de discutir as relações entre mídia e o ativismo contemporâneo inseridos no paradigma da convergência midiática, no qual fãs, empresas, ativistas e usuários formam redes complexas e interligadas por uma quantidade massiva de conteúdo. O processo de convergência midiática ocorrido nas últimas décadas foi impulsionado pelo estímulo à cultura da participação, tornando o consumidor capaz de produzir e circular conteúdos em qualquer plataforma. Essas mudanças passariam a abarcar também uma relação direta com o ativismo, uma vez que esses usuários utilizam de conteúdos de mídia para demandar uma participação política a respeito dos mais diversos propósitos. As práticas de fã-ativismo são um dos grandes sintomas disso, pois representa como o consumo midiático pervasivo adentra temas e questões cotidianas.
##common.pagination##