Telenovela brasileira: fascínio, projeção e identificação

  • Kelly Scoralick UFJF
Palavras-chave: Telenovela, projeção, identificação

Resumo

As narrativas ficcionais seriadas televisivas, em especial, as telenovelas, provocam identificações e projeções no telespectador, através não somente da ficção, mas também dos sistemas de representação. Será por esse modo de identificação-projeção que a telenovela consegue envolver o telespectador? De que forma ela consegue exercer tanto fascínio? Neste trabalho, realizamos, assim, um breve estudo sobre o poder da narrativa das telenovelas e a identificação que provoca em um público fiel e cativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kelly Scoralick, UFJF
Mestranda em Comunicação pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Jornalista, pós-graduada em Mídia e Deficiência (Faculdade de Comunicação/UFJF).

Referências

ANDRADE, Roberta Manuela Barros de. O fascínio de Scherazade. Os usos sociais da telenovela. São Paulo: Annablume, 2003a.

_______. A multiplicidade de leituras e de leitores na telenovela brasileira. Trabalho apresentado no Núcleo de Ficção Seriada, XXVI Congresso Anual em Ciência da Comunicação, Belo Horizonte/MG, 2 a 6 de setembro de 2003b.

FERRÉS, J. Televisão e educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.

HOINEFF, Nelson. A nova televisão: desmassificação e o impasse das grandes redes. Rio de Janeiro: Ed. Comunicação Alternativa: Relume Dumará, 1996.

LOPES, Maria Immacolata Vassalo de. Narrativas Televisivas e Identidade Nacional: O Caso da Telenovela Brasileira. Trabalho apresentado no Núcleo de Ficção Seriada, XXV Congresso Anual em Ciência da Comunicação, Salvador/BA, 4 e 5 de setembro de 2002.

MARCONDES FILHO, Ciro. Televisão: a vida pelo vídeo. São Paulo: Moderna, 1988.

MARTÍN-BARBERO, J. Dos meios às mediações: comunicação, cultura e hegemonia. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1997.

MORIN, E. Cultura de massas no século XX: o espírito do tempo - 1, Neurose. 5 ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1981.

ORMEZZANO, Graciela, POTRICH, Cilene Maria, FRIDERICH, Bibiana, CORDEIRO, Lílian. Cultura e estereótipos veiculados pela televisão. Trabalho apresentado grupo de trabalho de Audiovisual, VIII Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sul, Passo Fundo/RS, 2005

RAMOS TRINTA, Aluízio. Identidades, identificação e projeção. Texto de conclusão de curso na disciplina ‘Televisão e Identidade cultural’ do Mestrado em Comunicação e Sociedade, FACOM/UFJF. Julho/2007.

WOLTON, Dominique. Pensar a comunicação. Brasília: Universidade de Brasília, 2004.

Como Citar
SCORALICK, K. Telenovela brasileira: fascínio, projeção e identificação. Revista GEMInIS, v. 1, n. 1, p. 68-81, 11.