Tecnologias audiovisuais, espaço e tempo. Notas sobre convergências, interseções e rupturas.

  • João Guilherme Barone Reis e Silva PUCRS
Palavras-chave: tecnologias audiovisuais, espaço e tempo, indústria audiovisual

Resumo

Este artigo é um relato de experimentos de pesquisa sobre questões tecnológicas recorrentes no audiovisual e seus desdobramentos espaciais e temporais, com inspiração teórica nos enunciados de Harold H. Innis. Os experimentos organizam recortes de interseções e convergências entre padrões tecnológicos estabelecidos pelo cinema, as rupturas decorrentes e a construção de novos ambientes tecnológicos que caracterizam o espaço audiovisual contemporâneo. O objetivo é identificar marcos tecnológicos e seus desdobramentos e organizar reflexões sobre transformações nas dinâmicas dos sistemas de produção e circulação da obra audiovisual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Guilherme Barone Reis e Silva, PUCRS
Doutor em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS (2005). Professor Titular da Escola de Comunicação, Artes e Design FAMECOS, atuando na área de cinema e audiovisual. Professor permanente do PPGCOM, vinculado à Linha de Pesquisa Culturas e Tecnologias das Imagens e dos Imaginários. Coordenador do Laboratório de Pesquisas Audiovisuais, LAPAV, do PPGCOM-PUCRS, sediado no Centro Tecnológico Audiovisual do RS, TECNA.

Referências

ACLAND, Charles R.; BUXTON, William J. (Org.). Harold Innis in the New Century. Reflections and refractions. Montreal, Kingston, London: McGill-Queens University Press, 1999.

AUTOR. Notas sobre o bias tecnológico do cinema. In: CATANI, Afrânio Mendes; FABRIS, Mariarosaria; GARCIA, Wilton. (Org.). Estudos de Cinema SOCINE Ano VI. São Paulo: Nojosa Edições, 2005, v. 6, p. 61-68.

AUTOR. Comunicação e indústria audiovisual. Cenários tecnológicos e institucionais do Cinema Brasileiro na década de 1990. Porto Alegre: Editora Sulina, 2009.

AUTOR. Tensões e transformações tecnológicas. A gênesis industrial do cinema revisitada. In: GERBASE, Carlos: GUTFREIND, Freitas Cristiane (Org.). Cinema em Choque. Diálogos e rupturas. Porto Alegre: Sulina: 2013.

AUTOR. Interseções tecnológicas, espaço e tempo. O bias do audiovisual. In: VASSALO DE LOPES, Maria Imacolata; RIBEIRO, Nelson; CASTRO, Gisela G. S.; BURNAY, Catarina Duff.(Org.). Comunicação, diversidade e tolerância – XV Congresso Iberoamericano de Comunicação IBERCOM. São Paulo-Lisboa: ECA-Universidade de São Paulo, FCH-Universidade Católica Portuguesa, 2018, v.l. 01, p. 4784-4792.

BENJAMIN, Walter. A obra de arte na era da sua reprodutibilidade técnica. In: Benjamim e a obra de arte. Técnica, imagem e recepção. CAPISTRANO, Tadeu (org.). Tradução Marijane Lisboa e Vera Lisboa. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012.

COHEN-SÉAT, Gilbert. Essai sur les principes d`une Philosofie du Cinéma. Paris: P.U.F., 1946.

CRETON, Laurent. Économie du Cinéma, perspectives stratégiques. Paris: Nathan, 1994.

Digital Cinema Iniciatives: disponível em: https://www.dcimovies.com/. Acesso em: 05/10/2019.

HANSEN, Miriam. Benjamim, cinema e experiência: a flor azul na terra da tecnologia. In: Benjamim e a obra de arte. Técnica, imagem e recepção. CAPISTRANO, Tadeu (org.). Tradução Marijane Lisboa e Vera Lisboa. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012.

INNIS, Harold A. The bias of communication. Toronto: University of Toronto Press, 1991.
JENKINS, Henry. Cultura da convergência. São Paulo: Aleph, 2008.

Eastman Kodak Company: disponível em: https://www.kodak.com/BR/pt/motion/customers/productions/default.htm. Acesso em: 09/10/2019.

KRACAUER, Siegfried. Teoria del cine. La redención de la realidade física. Barcelona: Paidos, 1996.

MCLUHAN, Marshall. Os meios de comunicação como extensões do homem. São Paulo: Cultrix. 1974.

METZ, Cristian. Linguagem e Cinema. São Paulo: Perspectiva 1980.

MURCH, Walter. Num piscar de olhos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2004.

SADOUL, Georges. O Cinema, sua arte, sua técnica, sua economia. Tradução: Luiz e Thais L. de Vasconcelos. Ed. Casa do Estudante do Brasil. Rio de Janeiro, 1951.
TOULET, Emmanuelle. O Cinema, invenção do Século. Tradução: Eduardo Brandão. Ed. Objetiva. Rio de Janeiro, 1988.
Publicado
2020-06-11
Como Citar
BARONE REIS E SILVA, J. G. Tecnologias audiovisuais, espaço e tempo. Notas sobre convergências, interseções e rupturas. Revista GEMInIS, v. 11, n. 1, p. 48-64, 11 jun. 2020.
Seção
Artigos