NARRATIVA COMPLEXA, NEOBARROCO E CULTURA PARTICIPATIVA:

UM ESTUDO A PARTIR DA SÉRIE DE TELEVISÃO MR. ROBOT

Palavras-chave: cultura participativa, complexidade narrativa, neobarroco, televisão, fãs

Resumo

Este artigo tem como objeto de estudo a série televisiva Mr. Robot. Questiona-se como a série desponta como exemplo de narrativa capaz de oferecer uma experiência participativa por meio de recursos complexos e de uma estética neobarroca. A partir disso, o trabalho faz uma reflexão narratológica e considera tais elementos constitutivos do programa como parte de um projeto que tem como princípio a busca por um engajamento profundo. O trabalho busca compreender a utilização de artifícios que incitam a participação da audiência, tendo em vista a progressão do estudo de narrativas complexas na atualidade

Biografia do Autor

Natália Santos Dias, Universidade Federal de Goiás
Graduanda do curso de Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC) da Universidade Federal de Goiás (UFG). Foi voluntária de Iniciação Científica, na área de Linguística, Letras e Artes com plano de trabalho com ênfase em estudos narratológicos e práticas participativas.
Rodrigo Cássio Oliveira, Universidade Federal de Goiás
Professor da Universidade Federal de Goiás, onde atua no curso de Comunicação Social - Bacharelado em Publicidade e Propaganda, da Faculdade de Informação e Comunicação, e no Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Performances Culturais (Mestrado e Doutorado), da Faculdade de Ciências Sociais.

Referências

ADORNO, Theodor; HORKHEIMER, Max. Dialética do Esclarecimento: fragmentos filosóficos. Tradução de Guido Antonio de Almeida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2006.

AKASS Kim, MCCABE Janet (Orgs.). Quality television. Contemporary American television and beyond. New York: I.B.Tauris & Co Ltd, 2007.

ASKWITH, Ivan D. Television 2.0: Reconceptualizing TV as an Engagement Medium. 174 f. Dissertação (Mestrado em Ciência em Estudos de Mídia Comparativa). Massachusetts Institute of Technology, Massachusetts, 2007. Disponível em: <http://cmsw.mit.edu/television-2-0-tv-as-an-engagement-medium/>. Acesso em: 24 set. 2017.

AUMONT, Jacques. De um quadro e a outro: a borda e a distância. In: ______. O Olho Interminável: cinema e pintura. São Paulo: Cosac Naify, 2004, p. 109-38.

ÁVILA, Affonso. O Lúdico e as Projeções do Mundo Barroco. São Paulo: Perspectiva, 1971.

BAUDRY, Jean-Louis. L’Effet Cinéma. Paris: Éditions Albatros, 1978.

BORDWELL, David. La actividad del observador. In: ______. La Narración en el cine de ficción. Barcelona/Buenos Aires/México: Editorial Paidós, 1996, p. 29-47.

BORDWELL, David; STAIGER, Janet; THOMPSON, Kristin. The Classical Hollywood Cinema: film style and more of production to 1960. New York: Columbia University Press, 1985.

CALABRESE, Omar. La era neobarroca. Madrid: Cátedra, 1999.

CAMPOS, Haroldo de. Barroco, Neobarroco, Transbarroco. In: DANIEL, Cláudio. Jardim de Camaleões: a poesia neobarroca na América Latina. São Paulo: Iluminuras, 2004. (Prefácio.)

DEBORD, Guy. A sociedade do espetáculo. Tradução de Estela dos Santos Abreu. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

ECHEVERRÍA, Bolívar. La Modernidad de lo barroco. México D.F.: Ediciones Era, 2011.

ESMAIL, S. Mr. Robot. Prod. Universal Cable Productions, Anonymous Content, Esmail Corp. 2015 (Em produção.)

FRAGOSO, Suely; RECUERO, Raquel; AMARAL, Adriana. Métodos de pesquisa para internet. Porto Alegre: Sulina, 2011.

GRANDIO, María del Mar; BONAUT, Joseba. Transmedia audiences and television fiction: A comparative approach between Skins (UK) and El Barco (Spain). Participations Journal of Audience & Reception Studies, vol. 9, ed. 2, p. 585 – 574, nov. 2012.

IMDB – Internet Movie Database. Disponível em: <http://www.imdb.com/>. Acesso em: 03 de jul. 2018.

ISL. NBC UNIVERSAL Mr. Robot. Disponível em: <https://isl.co/case-studies/mr-robot/>. Acesso em: 23 set. 2017.

JENKINS, Henry. Cultura da convergência. São Paulo: Aleph, 2009.

__________. Transmedia 202: Further Reflections. [s.l.]: Confessions of an Aca-Fan, 2011. Disponível em: <http://henryjenkins.org/2011/08/defining_transmedia_further_re.html/>. Acesso em: 03 de jul. 2018.

______. Textual poachers: television fans & participatory culture. New York; London: Routledge, 1992.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Ed. 34, 1999.

LIMA, José Lezama. La Expresión Americana. Edição por Irlemar Chiampi. México: FCE, 2005.

MITTELL, Jason. Complexidade narrativa na televisão americana contemporânea. Revista MATRIZes, São Paulo, n. 2, p. 29-52 , jan./jun. 2012.

_______. Complex TV: The Poetics of Contemporary Television Storytelling. New York: University Press. 2015.

_______. To Spread or to Drill? [s.l.]: Just TV, 2009. Disponível em:

<http://justtv.wordpress.com/2009/02/25/to-spread-or-to-drill/>. Acesso em: 18 set. 2017.

_______. Forensic Fandom And The Drillable Text [s.l.]: Spreadable

Media, 2009. Disponível em: <http://spreadablemedia.org/essays/mittell/#.Whv6ELQ-ei5/>. Acesso em: 22 out. 2017.

MUNGIOLI, Maria Cristina Palma; PELEGRINI, Christian. Narrativas complexas na

ficção televisiva. In: Revista Contracampo, vol. 26, n. 1, 2013. p. 21-37.

NDALIANIS, Angela. Neo-Baroque Aesthetics and Contemporary Entertainment. London: MIT Press, 2004.

SARDUY, Severo. Obra Completa: edición crítica. Organização de Gustavo Guerrero e François Wahl. Madrid; Buenos Aires: ALLCA, 1999.

SILVA, Marcel Vieira Barreto. Cultura das séries: forma, contexto e consumo de ficção seriada na contemporaneidade. In: Galáxia. Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica. ISSN 1982-2553, [S.l.], n. 27, jun. 2014. Disponível em: <https://revistas.pucsp.br/index.php/galaxia/article/view/15810>. Acesso em: 29 set. 2017.

SMITH, Aaron. Transmedia Storytelling In Television 2.0. Strategies for Developing Television Narratives Across Media Plataforms. Disponível em: <http://sites.middlebury.edu/mediacp/files/2009/06/Aaron_Smith_2009.pdf/>. Acesso em: 24 set. 2017.

XAVIER, Ismail. O Discurso Cinematográfico: a opacidade e a transparência. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

WÖLFFLIN, Heinrich. Conceitos fundamentais da história da arte: o problema da evolução dos estilos na arte mais recente. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

WÖLFFLIN, Heinrich. Renascença e Barroco: estudo sobre a essência do estilo barroco e a sua origem na Itália. Tradução de Mary Amazonas Leite de Barros e Antonio Steffen. São Paulo: Perspectiva, 2010.

ZACCONE, Emanuela. TV series and Social Network marketing: The Audiovisual Text as a Wider Experience, In: M. Pérez Gómez (org.). Previously On: Interdisciplinary studies on TV Series in the Third Golden Age of Television. Sevilla: Frame, 2011, p. 387-403.

Publicado
2019-07-19
Como Citar
SANTOS DIAS, N.; CÁSSIO OLIVEIRA, R. NARRATIVA COMPLEXA, NEOBARROCO E CULTURA PARTICIPATIVA:. Revista GEMInIS, v. 10, n. 1, p. 89-110, 19 jul. 2019.