A influência do “filtro bolha” na difusão de Fake News nas mídias sociais: reflexões sobre as mudanças nos algoritmos do Facebook

  • Angelo Sastre UNESP (campus Bauru) http://orcid.org/0000-0002-2108-371X
  • Claudia Silene Pereira de Oliveira UNESP/Bauru
  • Francisco Rolfsen Belda UNESP/Bauru
Palavras-chave: novas mídias, algoritmos, filtro bolha, meio de comunicação digital, modelo de negócio

Resumo

O presente artigo consiste em uma breve reflexão sobre, até que ponto, o “filtro bolha” pode influenciar na difusão de fake news nas mídias sociais. Para isso, o objeto de reflexão será o Facebook, que após registrar uma queda no volume de usuários, realizou mudanças em seus algoritmos reduzindo a exibição de publicações de empresas no feed de notícias das pessoas e ampliando os posts de familiares e amigos. Essa estratégia, que foi amplamente criticada por veículos de comunicação, gerou protestos de empresas e culminou com o anúncio da Folha de S. Paulo, que deixou de atualizar seu perfil, e a da Unilever, que ameaça retirar os investimentos em publicidade em plataformas como o Facebook e Google. As empresas justificam seu posicionamento afirmando que as mudanças nos algoritmos estimulam a difusão de fake news.   

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Angelo Sastre, UNESP (campus Bauru)
Doutorando no programa de Mídia e Tecnologia da UNESP/Bauru, mestre em Sociologia (UNESP/Araraquara), bacharel em Jornalismo pela UNESP/Bauru. Pesquisador no Genem (Grupo de Estudos sobre a Nova Ecologia dos Meios) da UNESP/Bauru, professor titular (concursado) e coordenador dos cursos de jornalismo e de comunicação social – habilitação em publicidade no IMESB (Instituto Municipal de Ensino Superior de Bebedouro – “Victório Cardassi”), E-mail: angelosastre@gmail.com .
Claudia Silene Pereira de Oliveira, UNESP/Bauru
Doutorando no programa de Mídia e Tecnologia da UNESP/Bauru, mestre em Filosofia (UFSCAR/São Carlos), bacharel em Imagem e Som pela UFSCAR/São Carlos. Professora dos cursos de jornalismo e de comunicação social – habilitação em publicidade no IMESB (Instituto Municipal de Ensino Superior de Bebedouro – “Victório Cardassi”), E-mail: claudiasilene73@gmail.com .
Francisco Rolfsen Belda, UNESP/Bauru
Doutor em Engenharia de Produção (EESC-USP), mestre em Ciências da Comunicação (ECA-USP) e bacharel em Jornalismo (PUC-Campinas). Professor do Departamento de Comunicação Social da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (Faac) da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (Unesp), no campus de Bauru, São Paulo. Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Mídia e Tecnologia (PPGMiT) da Unesp, no qual atua como vice-coordenador do Curso de Doutorado e membro do conselho do Curso de Mestrado Profissional. É professor visitante na Brandeis University, em Massachusetts, Estados Unidos. E-mail: belda@faac.unesp.br

Referências

CAULYT, F. “Facebook perdeu importância para a Folha”, diz editor. Deutsche Welle Brasil, versão online, Boon (Alemanha), 09.fev.2018. Disponivel em: [http://www.dw.com/pt-br/facebook-perdeu-importância-para-a-folha-diz-editor/a-42525773] . Acesso em: 12.fev.2018

FÁBIO, A. C. Como notícias falsas e curtidas artificiais se tornaram um mercado mundial. Nexo, São Paulo, 12.jan.2018. Disponível em: [https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/06/24/Como-notícias-falsas-e-curtidas-artificiais-se-tornaram-um-mercado-mundial]. Acesso em: 22.jan.2018

FANJUL, S. C. Na verdade, o que [...] é exatamente um algoritmo? El País, versão online, Tecnologia, Madri (Espanha), 30.mar.2018. Disponível em: [https://brasil.elpais.com/brasil/2018/03/30/tecnologia/1522424604_741609.html]. Acesso em: 31.mar.2018

FAVA, G.; PERNISA JÚNIOR, C. Filtro bolha: como tecnologias digitais preditivas transformam a comunicação mediada por computador. Revista Eco Pós (Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro), Dossiê Mídia, Intelectuais e Política, v. 16, nº 2, 2017. Disponível em: [https://revistas.ufrj.br/index.php/eco_pos/article/download/2277/8752]. Acesso em 13.fev.2018

FOLHA DE S. PAULO. Unilever ameaça cortar anúncio de Facebook e Google. São Paulo, Mercado, versão online, 12.fev.2018. Disponível em: [https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/02/unilever-ameaca-cortar-anuncio-de-facebook-e-google.shtml]. Acesso em: 13.fev.2018

JARVIS, J. El fin de los medios de comunicación de masas: ¿Cómo serán las noticias del futuro? Barcelona: Gestión 2000, 2015

LEVINSON, P. Digital McLuhan. Nova Iorque: Routledge, 1999.

MARTINS, A. Na web, 12 milhões difundem fake news políticas. O Estado de São Paulo, versão online, São Paulo, 17.set.2017. Disponível em: [http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,na-web-12-milhoes-difundem-fake-news-politicas,70002004235]. Acesso em: 18.set.2017

MANOVICH, L. El lenguaje de los nuevos medios de comunicación: la imagen en la era digital. Barcelona: Paidós, 2005.

OWEN, L. H. Crowdsourcing trusted news sources can work — but not the way Facebook says it’ll do it. Nieman Lab, Nieman Foundation at Harvard University, Cambridge, 06.fev.2018. Disponível em: [http://www.niemanlab.org/2018/02/crowdsourcing-trusted-news-sources-can-work-but-not-the-way-facebook-says-itll-do-it/]. Acesso em: 13.fev.2018

PARISER, E. The filter bubble: what the internet is hiding from you. Nova Iorque: The Pinguim Press, 2011

PHILLIPS, D. Brazil's biggest newspaper pulls content from Facebook after algorithm change. The Guardian, versão online, international edition, 08.feb.2018. Disponível em: [https://www.theguardian.com/technology/2018/feb/08/facebook-brazil-newspaper-folha-de-s-paulo-fake-news] . Acesso em: 12.fev.2018

SERRA, P. O princípio da credibilidade na selecção da informação mediática. Covilhã: Universidade Beira Interior, 2006. Disponível em: <http://www.bocc.ubi.pt/pag/serra-paulo-credibilidade-seleccao-informacao.pdf>. Acesso em: 28.mai.2017

VARELA, J. Blogs vs. SMS: Periodismo 3.0, la socialización de la información. Revista Telos, nº 65, out.-dez./2005. Madri: Fundación Telefonica. Disponível em: <https://telos.fundaciontelefonica.com/telos/articulocuaderno.asp@idarticulo=7&rev=65.htm>. Acesso em: 28.mai.2017

VOSOUGHI, S.; ROY, D.; ARAL, S. The spread of true and false news online. Science, Washington (USA), vol. 359, Issue 6380, 09.Mar.2018, p. 1146-1151. Disponível em: [http://science.sciencemag.org/content/359/6380/1146.full]. Acesso em: 11.mar.2018

WHITE, A. Fake news: it’s not bad journalism, it’s the business of digital communications. Londres: Ethical Journalism Network, 2017. Disponível em: <http://ethicaljournalismnetwork.org/fake-news-bad-journalism-digital-age>. Acesso em: 03.mai.2017

Publicado
2018-06-22
Como Citar
SASTRE, A.; OLIVEIRA, C.; BELDA, F. A influência do “filtro bolha” na difusão de Fake News nas mídias sociais: reflexões sobre as mudanças nos algoritmos do Facebook. Revista GEMInIS, v. 9, n. 1, p. 4-17, 22 jun. 2018.