EDUCAÇÃO E MÍDIAS DIGITAIS CONTEMPOR NEAS: TENDÊNCIAS ON-LINE, LITERACIAS E COMPETÊNCIAS MULTIPLATAFORMA

Paulo Cesar da Silva Teles, Karla Isabel Souza, Marciel Aparecido Consani, Fabiana Grieco Cabral de Mello Vetritti

Resumo


O presente artigo consiste numa breve revisão teórica de um conjunto de tendências que atualmente emergem na interface entre tecnologias, mídias e educação. Os temas aqui tratados se concatenam à contemporaneidade contextual no que tange às aplicações, usos, políticas e demandas por competências transversais às áreas de comunicação, arte, educação, informática, bem como às possíveis "agregações" que possam ocorrer a partir de outras áreas, por via de natureza "temática" (assunto a ser tratado) ou "complementar" (especificidades técnicas necessárias à produção e desenvolvimento de um determinado conteúdo, produto ou sistema). 


Palavras-chave


Comunicação e Educação, Competências midiáticas e informacionais, Design informacional, Narrativas Interativas, Educação online.

Texto completo:

PDF

Referências


ARK, T. 8 princípios da gamificação produtiva. Disponível em http://porvir.org/8-principios-da-gamificacao-produtiva/ Acesso em 10 nov. 2017.

ANDERSON T. & DRON, J. (2012). Três Gerações da Pedagogia de Educação a Distância. Revista EaD em Foco, Rio de Janeiro, Nov/2012.

CHARTIER, R.(2010). Escutar os mortos com os olhos. São Paulo: Revista Estudos Avançados. v.24, n. 69.

COLL, C. (2008). Educación y aprendizaje en el siglo XXI: Nuevas herramientas, nuevos escenarios, nuevas finalidades in.: COLL, Cesar. Psicología de la Educación Virtual. Ediciones Morata.

COMPARATO, D. (1995) Da criação ao roteiro: o mais complero guia de escrever para televisãso e cinema. Rio de Janeiro: Ed. Rocco.

COSTES, K. e ELLISON, A. (2012). An introduction to information design. London: Lajurence KMing Publishing Ltd.

DUBOIS, F. (1990). O ato fotográfico. Campinas, Papirus, 1990. EISENSTEIN, S. (2002). O sentido do filme. Rio de Janeiro: Ed. Jorge Zahar.

EISENSTEIN, S. (2002). O sentido do filme. Rio de Janeiro: Ed. Jorge Zahar.

FILATRO, A. (2008). Design Instrucional na Prática. São Paulo, Pearson..

FERREIRO, E. (2003). Com todas as letras. Cortez, São Paulo.

FREIRE, P. (1982) Ação cultural para a liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

___________. (2005) Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

GRIZZLE, A. (2016). Alfabetização midiática e informacional: diretrizes para a formulação de políticas e estratégias. Alton Grizzle, Penny Moore, Michael Dezuanni e outros. Brasília: UNESCO, Cetic.br. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0024/002464/246421POR.pdf. Acesso em 27 out. 2017.

GUATTARY, F. (1992). Caosmose: um novo paradigma estético. São Paulo. Ed. 34.

JENKINS, H. (2006). Convergence Culture. New York university Press.

___________. (2014). Cultura da conexão. São Paulo: Aleph.

JUUL. J. (2005). Half-real: video games between real rules and fictional worlds. Cambridge: MIT Press

LÉVY, P. Cibercultura. (1999). São Paulo: Ed. 34.

Marco de Avaliação Global da Alfabetização Midiática e Informacional (AMI): disposição e competências do país. Brasília: UNESCO, Cetic.br, 2016. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0024/002463/246398POR.pdf. Acesso em 27 nov. 2017.

MOORE, M. G. Teoria da Distância Transacional. In Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância. São Paulo, ago/2002.

MURRAY, J. (2001). Hamlet no Hollodeck - o futuro da narrativa no ciberespaço. São Paulo: Unesp / Itau Cultural.

PALLOFF, Rena; PRATT, Keith. (2002). Construindo comunidades de aprendizagem no ciberespaço. Porto Alegre: Artmed.

PASSARELLI, Brasilina; AZEVEDO, José Manuel (Orgs.) (2010). Atores em rede: olhares luso-brasileiros. São Paulo: Senac.

Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação nos domicílios brasileiros: TIC domicílios 2016 - Survey on the use of information and communication technologies in brazilian households: ICT households 2016 [livro eletrônico]/Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR [editor]. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2017. Disponível em: http://cetic.br/media/docs/publicacoes/2/TIC_DOM_2016_LivroEletronico.pdf. Acesso em 27 nov. 2017.

PIAGET, Jean. A Linguagem E O Pensamento Da Criança (1973). Rio de Janeiro: Fundo de Cultura.

PARENTE. A, Narrativa e modernidade: os cinemas não narrativos do pós-guerra. (2000). Campinas: Papirus.

RHEINGOLD, H. A Comunidade Virtual. (1996). Lisboa: Gradiva.

TAPSCOTT, Don; WILLIAMS, Anthony. D. The Prosumers. (2007) In: Wikinomics: how mass collaboration changes everything. New York: Penguin Books.

TOFFLER, Alvin. A terceira onda. 8ª. ed. (1980). Rio de Janeiro: Record.

SOARES, Ismar de O. Educomunicação: Propostas para a reforma do Ensino Médio. (2011). São Paulo, Ed. Paulinas.

SCORSIM, E. A função das TVs Educativas. Gazeta do Povo. 29 jul. 2009. Disponível em http://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/artigos/a-funcao-das-tvs-educativas-br3fgv1dczfvfdmwk2kprijpq acesso em 20 nov. 2017.

TORI, R. Educação sem Distância. (2010) São Paulo, SENAC.

VYGOTSKY, L. S.. Pensamento e Linguagem. (2010). São Paulo: Martins Fontes.

WILSON, Carolyn et al. Alfabetização midiática e informacional: currículo para a formação de professores. (2013). Brasília: UNESCO, UFTM. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0022/002204/220418por.pdf Acesso em 27 nov. 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Paulo Cesar da Silva Teles, Karla Isabel Souza, Marciel Aparecido Consani, Fabiana Grieco Cabral de Mello Vetritti

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 2179-1465    |    Qualis: B2    |    Indexada em: SEER -  Periódicos CAPES -  DOAJ -  LivRe! -  LatindexDRJI - Diadorim - Sumários