EDUCAÇÃO E MÍDIAS DIGITAIS CONTEMPOR NEAS: TENDÊNCIAS ON-LINE, LITERACIAS E COMPETÊNCIAS MULTIPLATAFORMA

  • Paulo Cesar da Silva Teles Universidade Estadual de Campinas
  • Karla Isabel Souza Universidade de Campinas
  • Marciel Aparecido Consani Universidade de São Paulo
  • Fabiana Grieco Cabral de Mello Vetritti Universidade de São Paulo / Senac - SP
Palavras-chave: Comunicação e Educação, Competências midiáticas e informacionais, Design informacional, Narrativas Interativas, Educação online.

Resumo

O presente artigo consiste numa breve revisão teórica de um conjunto de tendências que atualmente emergem na interface entre tecnologias, mídias e educação. Os temas aqui tratados se concatenam à contemporaneidade contextual no que tange às aplicações, usos, políticas e demandas por competências transversais às áreas de comunicação, arte, educação, informática, bem como às possíveis "agregações" que possam ocorrer a partir de outras áreas, por via de natureza "temática" (assunto a ser tratado) ou "complementar" (especificidades técnicas necessárias à produção e desenvolvimento de um determinado conteúdo, produto ou sistema). 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Cesar da Silva Teles, Universidade Estadual de Campinas
Doutor em Comunicação e Semiótica (PUC-SP, 2009) com Pos-Doutorado pela ECA/USP (2015). É professor da Unicamp nos cursos de graduação em Comunicação Social - Midialogia e Artes Visuais, no curso de Especialização em Design (Instituto de Artes) e no curso de especialização em Jornalismo Científico, e mestrado em Divulgação Científica (Labjor). É também midiartista.
Karla Isabel Souza, Universidade de Campinas
Mestre e Doutora em Educação pela Unicamp - Universidade Estadual de Campinas com Pós Doutorado em Educação e Tecnologia pela Universidad Alcalá Henares na Espanha como bolsista CAPES. Pesquisadora colaboradora do LANTEC - FE - UNICAMP - Laboratório de Inovação Tecnológica Aplicada à Educação da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas.
Marciel Aparecido Consani, Universidade de São Paulo
Marciel Aparecido Consani é doutor em Ciência da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP, 2008) com pós-doutorado junto ao Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas (IA-UNICAMP). Atualmente é professor do curso de Licenciatura em Educomunicação do Centro de Comunicação e Artes (CCA) da ECA/USP.
Fabiana Grieco Cabral de Mello Vetritti, Universidade de São Paulo / Senac - SP
Fabiana Grieco Cabral de Mello Vetritti é Doutora em Ciências da Comunicação (PPGCOM) pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP, 2017) e Pesquisadora Associada do NACE Escola do Futuro - USP. Docente e coordenadora do Bacharelado em Publicidade e Propaganda do Centro Universitário Senac - Santo Amaro e da Pós-graduação Gestão de Comunicação em Mídias Digitais.

Referências

ARK, T. 8 princípios da gamificação produtiva. Disponível em http://porvir.org/8-principios-da-gamificacao-produtiva/ Acesso em 10 nov. 2017.

ANDERSON T. & DRON, J. (2012). Três Gerações da Pedagogia de Educação a Distância. Revista EaD em Foco, Rio de Janeiro, Nov/2012.

CHARTIER, R.(2010). Escutar os mortos com os olhos. São Paulo: Revista Estudos Avançados. v.24, n. 69.

COLL, C. (2008). Educación y aprendizaje en el siglo XXI: Nuevas herramientas, nuevos escenarios, nuevas finalidades in.: COLL, Cesar. Psicología de la Educación Virtual. Ediciones Morata.

COMPARATO, D. (1995) Da criação ao roteiro: o mais complero guia de escrever para televisãso e cinema. Rio de Janeiro: Ed. Rocco.

COSTES, K. e ELLISON, A. (2012). An introduction to information design. London: Lajurence KMing Publishing Ltd.

DUBOIS, F. (1990). O ato fotográfico. Campinas, Papirus, 1990. EISENSTEIN, S. (2002). O sentido do filme. Rio de Janeiro: Ed. Jorge Zahar.

EISENSTEIN, S. (2002). O sentido do filme. Rio de Janeiro: Ed. Jorge Zahar.

FILATRO, A. (2008). Design Instrucional na Prática. São Paulo, Pearson..

FERREIRO, E. (2003). Com todas as letras. Cortez, São Paulo.

FREIRE, P. (1982) Ação cultural para a liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

___________. (2005) Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

GRIZZLE, A. (2016). Alfabetização midiática e informacional: diretrizes para a formulação de políticas e estratégias. Alton Grizzle, Penny Moore, Michael Dezuanni e outros. Brasília: UNESCO, Cetic.br. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0024/002464/246421POR.pdf. Acesso em 27 out. 2017.

GUATTARY, F. (1992). Caosmose: um novo paradigma estético. São Paulo. Ed. 34.

JENKINS, H. (2006). Convergence Culture. New York university Press.

___________. (2014). Cultura da conexão. São Paulo: Aleph.

JUUL. J. (2005). Half-real: video games between real rules and fictional worlds. Cambridge: MIT Press

LÉVY, P. Cibercultura. (1999). São Paulo: Ed. 34.

Marco de Avaliação Global da Alfabetização Midiática e Informacional (AMI): disposição e competências do país. Brasília: UNESCO, Cetic.br, 2016. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0024/002463/246398POR.pdf. Acesso em 27 nov. 2017.

MOORE, M. G. Teoria da Distância Transacional. In Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância. São Paulo, ago/2002.

MURRAY, J. (2001). Hamlet no Hollodeck - o futuro da narrativa no ciberespaço. São Paulo: Unesp / Itau Cultural.

PALLOFF, Rena; PRATT, Keith. (2002). Construindo comunidades de aprendizagem no ciberespaço. Porto Alegre: Artmed.

PASSARELLI, Brasilina; AZEVEDO, José Manuel (Orgs.) (2010). Atores em rede: olhares luso-brasileiros. São Paulo: Senac.

Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação nos domicílios brasileiros: TIC domicílios 2016 - Survey on the use of information and communication technologies in brazilian households: ICT households 2016 [livro eletrônico]/Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR [editor]. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2017. Disponível em: http://cetic.br/media/docs/publicacoes/2/TIC_DOM_2016_LivroEletronico.pdf. Acesso em 27 nov. 2017.

PIAGET, Jean. A Linguagem E O Pensamento Da Criança (1973). Rio de Janeiro: Fundo de Cultura.

PARENTE. A, Narrativa e modernidade: os cinemas não narrativos do pós-guerra. (2000). Campinas: Papirus.

RHEINGOLD, H. A Comunidade Virtual. (1996). Lisboa: Gradiva.

TAPSCOTT, Don; WILLIAMS, Anthony. D. The Prosumers. (2007) In: Wikinomics: how mass collaboration changes everything. New York: Penguin Books.

TOFFLER, Alvin. A terceira onda. 8ª. ed. (1980). Rio de Janeiro: Record.

SOARES, Ismar de O. Educomunicação: Propostas para a reforma do Ensino Médio. (2011). São Paulo, Ed. Paulinas.

SCORSIM, E. A função das TVs Educativas. Gazeta do Povo. 29 jul. 2009. Disponível em http://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/artigos/a-funcao-das-tvs-educativas-br3fgv1dczfvfdmwk2kprijpq acesso em 20 nov. 2017.

TORI, R. Educação sem Distância. (2010) São Paulo, SENAC.

VYGOTSKY, L. S.. Pensamento e Linguagem. (2010). São Paulo: Martins Fontes.

WILSON, Carolyn et al. Alfabetização midiática e informacional: currículo para a formação de professores. (2013). Brasília: UNESCO, UFTM. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0022/002204/220418por.pdf Acesso em 27 nov. 2017.

Publicado
2017-12-18
Como Citar
TELES, P.; SOUZA, K.; CONSANI, M.; VETRITTI, F. EDUCAÇÃO E MÍDIAS DIGITAIS CONTEMPOR NEAS: TENDÊNCIAS ON-LINE, LITERACIAS E COMPETÊNCIAS MULTIPLATAFORMA. Revista GEMInIS, v. 8, n. 3, p. 77-97, 18 dez. 2017.