A QUÍMICA DO MAL CONTRA O CÂNCER: MERCHANDISING SOCIAL ESPALHÁVEL

Glauco Madeira de Toledo, Ana Heloiza Vita Pessotto

Resumo


Breaking Bad: A Química do Mal (Breaking Bad, AMC, 2008-2013),apresenta um exemplo de uso de um artefato diegético (SMITH, 2009) decunho próximo do ativismo social através de um recurso espalhável (JENKINS,2009; JENKINS, FORD, GREEN, 2013) e perfurável (MITTEL, 2009) em suasérie. Algo similar ao merchandising social, expediente comum nas telenovelasnacionais, mas com um direcionamento específico à ação.

Palavras-chave


Merchandising Social, Espalhabilidade, Narrativa Transmidiática; Breaking Bad; Artefato Diegético

Texto completo:

PDF

Referências


AMC. Breaking Bad fans Donate More than $125,000 to fight cancer via SaveWalterWhite.com. 2012. Disponível em: . Acessado em: 29 de agosto de 2016.

CHAGAS, Bruno. Salve Walter White. Disponível em:. Acessado em: 29 de agosto de 2016.

CLEMENTE, Andréa Sant’Anna. Merchandising social: a caixa de Pandora da Telenovela brasileira.Revista Comunicação & Inovação. V.11. N.20. p.58-67. São Caetano do Sul, SPJan-jun 2010. Disponível em: >> http://seer.uscs.edu.br/index.php/revista_comunicacao_inovacao/article/view/950/773<< Acessado em: 24 de agosto de 2016.

COUCH, Aaron. AMC Drops 'Worst Charity' From 'Breaking Bad' Fundraising Website. Disponível em: >>http://www.hollywoodreporter.com/news/breaking-bad-amc-drops-worst-612717>> Acessado em: 27 de agosto de 2016.

http://www.hollywoodreporter.com/news/breaking-bad-amc-drops-worst-612717<< Acessado em: 27 de agosto de 2016.

JENKINS, H. If It Doesn’t Spread, It’s Dead. In: Confessions of an Aca-Fan. the official weblog of Henry Jenkins. 2009.

JENKINS, H; GREEN, J; FORD, S. Cultura da conexão: criando valor e significado por meio da mídia propagável. São Paulo: Aleph, 2014.

MILLER, Taylor Cole. Breaking Bad But ‘Entertaining Good’ — Cause Placement in the Media. Disponível em: >>http://www.huffingtonpost.com/taylor-cole-miller/breaking-bad-but-entertai_b_3721526.html

MITTEL, J. Forensic Fandom And The Drillable Text [s.l.]: Spreadable Media, 2009.

MOTTER, Maria Lourdes; JAKUBASZKO, Daniela. Telenovela e realidade social: algumas Possibilidades Dialógicas. Comunicação & Educação. V.12. N.1. São Paulo, SP. 2007.

SCHIAVO, M. R. Merchandising Social: As Telenovelas e a Construção da Cidadania. Trabalho apresentado no NP14 – Núcleo de Pesquisa Ficção Seriada, XXV Congresso Anual em Ciência da Comunicação. 2002.

SCHIAVO, Márcio Ruiz. Merchandising Social na Novela “Páginas da Vida”: Impacto nos conhecimentos, atitudes e práticas das telespectadoras assíduas. Trabalho apresentado no NP14 – Núcleo de Pesquisa Ficção Seriada, XXX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação 2007. Disponível em:>>http://www.comunicarte.com.br/textos/080213_merchandising_social_telenovela_paginas_da_vida.pdf<< Acessado em: 24 de agosto de 2016.

SMITH, Aaron. Transmedia Storytelling in Television 2.0: Strategies for Developing Television Narratives Across Media Platforms. 2009.

TOLEDO, G. M. Aspectos Canônicos da Narrativa Transmidiática em LOST. 2012. 114 f. Dissertação (Mestrado em Imagem e Som) – Centro de Educação e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2012.

TOLEDO, Glauco Madeira de; PESSOTTO, Ana Heloiza Vita. Espalhar e Perfurar: e nós com isso? XXXVII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação 2014. Disponível em: >>http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2014/resumos/R9-2404-1.pdf<< Acessado em: 20 de agosto de 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Glauco Madeira de Toledo, Ana Heloiza Vita Pessotto

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 2179-1465    |    Qualis: B2    |    Indexada em: SEER -  Periódicos CAPES -  DOAJ -  LivRe! -  LatindexDRJI - Diadorim - Sumários