Tutoriais gamificados e o design centrado no usuário

Marcos André Fabrício, Matheus Henrique Bonetti, Nicholas Bruggner Grassi, Vânia Cristina Pires Nogueira Valente, Humberto Ferasoli Filho

Resumo


O presente estudo tem como objetivo fazer uma análise de literatura sobre tutoriais gamificados, isto é, como a gamificação pode auxiliar o tutorial a motivar seus usuários por meio da utilização de técnicas do design de jogos digitais. Este artigo também visa mostrar como a combinação desses estudos com o design centrado no usuário pode oferecer subsídios para a criação de novas estratégias na construção de conteúdos instrucionais com foco nas mídias digitais.


Palavras-chave


Gamificação; Tutorial; Design Centrado no Usuário

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAS, Chadia; MALONEY-KRICHMAR, Diane; PREECE, Jenny.

User-centered design. Bainbridge, W. Encyclopedia of Human-Computer Interaction. Thousand Oaks: Sage Publications, v. 37, n. 4, p. 445-456, 2004.

ALONSO, Catalina M.; GALLEGO, Domingo J. (Ed.). Aprendizaje y ordenador. Dykinson, 2000.

ALONSO, C. M.; GALLEGO, D. J.; HONEY, P. Los estilos de

aprendiza procedimientos de diagnóstico y mejora. Madrid, 2002.

AMARAL, Sergio Ferreira do; BARROS, Daniela Melaré Vieira. Estilos de Aprendizagem no contexto educativo de uso das tecnologias digitais interativas. http://lantec.fae.unicamp.br/lantec/pt/tvdi_portugues/daniela.pdf. Acesso em 15 mai. 2015.

SCHELL, J. DICE 2010. Design Outside the Box Presentation. Disponível em: http://www.g4tv.com/videos/44277/dice-2010-design-outside-the-box-presentation. Acesso em: 15 mai. 2015.

BARROS, Daniela Melaré Vieira. Estilos de uso do espaço virtual: Como se aprende e se ensina no virtual?. Revista Inter Ação, v. 34, n. 1, p. 51-74, 2009.

BONSIEPE, Gui; DUTRA, Cláudio. Design: do material ao digital. FIESC/IEL, Florianópolis, 1997.

BONSIEPE, G. Design as Tool for Cognitive Metabolism: From Knowledge Production to Knowledge Presentation. 2000. Disponível em: http://guibonsiepe.com.ar/guiblog/wp-content/uploads/2009/12/descogn.zip. Acesso em 15 mai. 2015.

CLASSCRAFT. 2014. Disponível em: http://www.classcraft.com. Acesso em: 10 mai. 2015.

EXTRA CREDITS. Tutorials 101. 2012. Disponível em:

https://www.youtube.com/watch?v=BCPcn-Q5nKE. Acesso em: 12 mai. 2015.

ALVES, Fábio Pereira; MACIEL, Cristiano. A gamificação na educação: um panorama do fenômeno em ambientes virtuais de aprendizagem. SEMIEDU, Mato Grosso, 2014.

ALVES, Flora. Gamification: como criar experiências de aprendizagem engajadoras: um guia completo do conceito à prática. 1.ed. São Paulo: DVS Editora, 2014.

ANTIN, Judd; CHURCHILL, Elizabeth F. Badges in social media: A social psychological perspective. In: CHI 2011 Gamification Workshop Proceedings (Vancouver, BC, Canada, 2011). 2011.

CAPTERRA, Top 20 LMS Software. Capterra. 2015. Disponível em http://www.capterra.com/learning-management-system-software/#infographic. Acesso em: 20 abr. 2015.

FARDO, Marcelo Luis. A Gamificação aplicada em ambientes de aprendizagem. RENOTE, v. 11, n. 1, 2013.

GALLEGO, Domingo J. et al. Conocimiento y gestión: la gestión del conocimiento para la mejora de las personas y las organizaciones. Prentice-Hall, Madrid, 2003.

HAMARI, Juho; KOIVISTO, Jonna; SARSA, Harri. Does gamification work? - a literature review of empirical studies on gamification. In: System Sciences (HICSS), 2014 47th Hawaii International Conference on. IEEE, 2014. p. 3025-3034.

JOHNSON, Steven. Cultura da interface: como o computador transforma nossa maneira de criar e comunicar. Zahar. Rio de Janeiro, 2001.

KAPP, Karl M. The gamification of learning and instruction: game-based methods and strategies for training and education. John Wiley & Sons. Nova Iorque, 2012.

KRUG, Steve. Não me Faça Pensar: Uma Abordagem de Bom Senso na Web–Alta Books, 2ª. Rio de Janeiro, 2008.

LOWDERMILK, Travis. User-Centered Design: A Developer’s Guide to Building User-Friendly Applications. “O’Reilly Media, Inc.”, Califórnia, 2013.

MAYER, Richard E. (Ed.). The Cambridge handbook of multimedia learning. Cambridge University Press, 2005.

NAVARRO, Gabrielle. Gamificação: a transformação do conceito do termo jogo no contexto da pós-modernidade. Biblioteca Latino-Americana de Cultura e Comunicação, v. 1, n. 1, 2013.

NEIL, T. & Malley, R. Rethinking Mobile Tutorials: Wich Patterns

Really Work? Disponível em: http://www.smashingmagazine.com/2014/04/22/rethinking-mobile-tutorials-which-patterns-really-work/.

Acesso em: 15 mai. 2015.

NORMAN, Donald A. O design do dia-a-dia. Rocco. 2006.

Projeto “Classcraft” transforma sala de aula em RPG medieval. São Paulo: Abril, 2014. Disponível em: http://info.abril.com.br/games/noticias/2014/06/projeto-classcraft-transforma-sala-de-aula-em-rpg-medieval.shtml. Acesso em: 15 mai. 2015.

SYLVESTER, Tynan. Designing Games: A Guide to Engineering Experiences. “ O’Reilly Media, Inc.”, Ontario, 2013.

TUTORIAL. In: DICIONÁRIO Priberam da Língua Portuguesa, 2008-2013. Disponível em: http://www.priberam.pt/dlpo/tutorial. Acesso em: 15 mai. 2015.

WERBACH, Kevin; HUNTER, Dan. For the win: How Game thinking can revolutionize your business. Wharton Digital Press. Pensilvânia, 2012.

WERBACH, Kevin. (Re) Defining Gamification. Springer Lecture Notes in Computer Science, v. 8462. Pensilvânia, 2014.

WITTGENSTEIN, Ludwig. Investigações filosóficas, trad. JC Bruni, SP: Nova Cultural, Coleção Os pensadores. São Paulo, 1999.

ZICHERMANN, Gabe; LINDER, Joselin. Game-based marketing: inspire customer loyalty through rewards, challenges, and contests. John Wiley & Sons. Nova Jérsei, 2010.

ZICHERMANN, G. & CUNNINGHAM, C. Gamification by Design: Implementing Game Mechanics in Web and Mobile Apps. O’reilly. Ontario, 2011


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



ISSN: 2179-1465    |    Qualis: B2    |    Indexada em: SEER -  Periódicos CAPES -  DOAJ -  LivRe! -  LatindexDRJI - Diadorim - Sumários