O universo Narrativo de Latitudes: a reassistibilidade como estratégia de transmidiação

  • Maria Cristina Palma Mungioli USP
  • Tomaz Affonso Penner USP
Palavras-chave: transmidiação, Latitudes, Narrativa Transmídia, Reassistibilidade

Resumo

Por meio do estudo das estratégias de transmidiação, o presente trabalho se caracteriza como uma análise das operações de transmidiação da obra ficcional Latitudes, concentrando esforços no entendimento da reassistibilidade (MITTEL, 2011) como um dos elementos integrante de um conjunto de estratégias adotadas pela produção visando à constituição de um universo narrativo que se desdobra em diversas plataformas (televisão, internet (YouTube) e cinema) e diferentes formatos (série de televisão, websérie, filme).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cristina Palma Mungioli, USP
Professora Doutora do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, Brasil. Pesquisadora do CETVN-Centro de Estudos de Telenovela e do OBITEL -ObservatórioIbero-Americano da Ficção Televisiva.
Tomaz Affonso Penner, USP
Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ciênciasda Comunicação da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, Brasil. Pesquisador do CETVN - Centro de Estudos de Telenovela e  o OBITEL - Observatório Ibero-Americano da Ficção Televisiva.

Referências

BAKHTIN, M./ VOLOCHINOV, V. N. Marxismo e Filosofia da Linguagem. São Paulo: Editora Hucitec, 2002.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BARTHES, R. S/Z. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1992.

CARLÓN, M. (2013, jan./jun.). Contrato de fundação, poder e midiatização: notícias do front sobre a invasão do YouTube, ocupação dos Bárbaros. In MATRIZes – Revista do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade de São Paulo (Vol. 01, Cap. 5, pp. 107-126). São Paulo: ECA/USP.

CASTELLS, M. Communication power. New York: Oxford University Press, 2009.

ECO, U. Seis passeios pelos bosques da ficção. São Paulo: Cia. das Letras, 1997.

FECHINE, Y. Como pensar os conteúdos transmídias na teledramaturgia brasileira? Uma proposta de abordagem a partir das telenovelas da Globo.

In M. I. V. LOPES (Org.). Estratégias de Transmidiação na Ficção Televisiva Brasileira (Vol. 3, Cap. 1, pp. 19-60). Porto Alegre: Ed. Sulina., 2013.

JENKINS, H. Cultura da convergência. São Paulo: Aleph., 2008.

JENKINS, H. (2012, jul./dez.). Lendo criticamente e lendo criativamente. In MATRIZes – Revista do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade de São Paulo (Vol. 02, Cap. 1, pp. 11-24). São Paulo: ECA/USP.

LOPES, M. I. V. de; MUNGIOLI, M. C. P. Ficção televisiva transmidiática: temáticas sociais em redes sociais e comunidades virtuais de fãs. In: LOPES, M. I. V. de. (Org.) Ficção televisiva transmidiática no Brasil: plataformas, convergência e comunidades virtuais. Porto Alegre (RS): Sulina, 2011.

MASSAROLO, J. Storytelling Transmídia: Narrativa para multiplataformas. Tríade. 02, 335-347, 2013.

MITTEL, J. Notes on Rewatching. JustTV, janeiro de 2011. Disponível em: http://justtv.wordpress.com/2011/01/27/notes-on-rewatching/

MITTEL, J. Narrative Complexity in Contemporary American Television. The Velvet Light Trap, n. 58, fall of 2006. University of Texas Press, Austin, 2006.

MUNGIOLI, Maria Cristina; PENNER, Tomaz. O universo narrativo de Latitudes: primeiros apontamentos. In: XII Congresso Latinoamericano de investigadores de la Comunicación, 2014, Lima, Peru. Anais... No prelo. PELEGRINI, C. H. Dezembo de 2012. A poética do cômico em Arrested Development e a reassistibilidade. Palabra Clave 15 (3), 621-648.

Publicado
2014-12-10
Como Citar
MUNGIOLI, M. C. P.; PENNER, T. A. O universo Narrativo de Latitudes: a reassistibilidade como estratégia de transmidiação. Revista GEMInIS, v. 5, n. 3, p. 110-122, 10 dez. 2014.