Desdobramentos narrativos, cognição e a complexa recepção transmidiática dos fãs em nossa atualidade

  • Ramon Queiroz Marlet USP
  • Leandro Leonardo Batista USP
Palavras-chave: Storytelling transmídia, Cognição, Recepção, Ancoragem, Polifonia

Resumo

O presente artigo visa estudar cognitivamente a recepção transmidiática a partir dos desdobramentosnarrativos elaborados pelos próprios fãs, que interagem virtualmente com seus pares em comunidadesde fóruns de discussão online. As comunidades de fãs, ou Fandom, comportam uma série de elementosque convergem em torno de uma obra já escolhida pelo público (Miranda, 2009), no caso analisado, asnarrativas de “O Hobbit” e “O Senhor dos Anéis”, de J. R. R. Tolkien, que ganharam suas versões cinematográficasrecentemente, e que também constituem seus universos ficcionais transmídias atravésde plataformas como games, RPG, animações, entre outros. Neste processo, objetivamos observar apolifonia de sentidos e vozes produzida por suas diferentes interpretações, além da ancoragem, ajustamentose ativações associativas feitas na discussão de diferentes hipóteses formuladas através domaterial fonte inicial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ramon Queiroz Marlet, USP
Mestrando em Ciências da Comunicação pela Escola deComunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP). Especialista em Gestão de Comunicação e Marketing pelaEscola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo(ECA/USP).
Leandro Leonardo Batista, USP
Professor titular de graduação e pós graduação da Escola deComunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP).

Referências

FECHINE, Yvana. Como pensar os conteúdos transmídias na teledramaturgia brasileira? Uma proposta de abordagem a partir das telenovelas da Globo. In Estratégias de transmidiação na ficção televisiva brasileira. Maria ImmacolataVassallo de Lopes (org). Porto Alegre: Sulina, 2013.

_______________ e FIGUERÔA, Alexandre. Transmidiação: explorações conceituais a partir da telenovela brasileira. In Ficção televisiva transmidiática no Brasil: plataformas, convergência, comunidades virtuais. Maria ImmacolataVassallo de Lopes (org). Porto Alegre: Sulina, 2011.

HARRIS, Cheryl, ALEXANDER, Alison (Ed.). TheorizingFandom: fans, subcultureandidentity. Hampton Press, 1998.

JENKINS, Henry. Cultura da Convergência. Tradução

Susana Alexandria, 2 ed. São Paulo: Aleph, 2009.

____________. Fans, Bloggers and Gamers: ExploringParticipatoryCulture. New York: New York University Press, 2006.

KAHNEMAN, Daniel. Rápido e devagar: duas formas de pensar. Rio de Janeiro: Objetiva, 2012.

LATOUR, Bruno. Reagregando o Social: introdução a Teoria do Ator-Rede. Salvador: Edufba, 2012.

LIEN, Nai-Hwa., CHEN, Yi-Ling. Narrativeads: The effectofargumentstrenghtandstoryformat. Journal of Business Research, Vol. 66, p. 516-522, 2013.

LOPES, M. I. V. L., MUNGIOLI, M. C. P. Ficção televisiva transmidiática: temáticas sociais em redes sociais e comunidades virtuais de fãs. In Ficção televisiva transmidiática no Brasil: plataformas, convergência, comunidades virtuais. Maria ImmacolataVassallo de Lopes (org). Porto Alegre: Sulina, 2011.

MAR, Raymon A. The neuropsychologyofnarrative: storycomprehension, storyproductionandtheirinterrelation. Neuropsychologia, Vol. 42, p. 1414-1434, 2004.

MASSAROLO, João C. Storytelling Transmídia: Narrativas para Multiplataformas. Tríade, Sorocaba, SP, v.1, n. 2, p. 335-347, dez, 2013.

MIRANDA, Fabiana M. Fandom: um novo sistema literário digital. Revista digital Hipertextos, n3, jun. 2009.

PIRES, Vera L., TAMANIN-ADAMES, Fátima A. Desenvolvimento do conceito bakhtiniano de polifonia. Estudos Semióticos. Disponível em:<http://www.fflch.usp.br/dl/semiotica/es>. Editores Responsáveis: Francisco E. S. Merçon e Mariana Luz P. de Barros. Volume 6, Número

, São Paulo, novembro de 2010, p. 66–76. Acesso em 12/08/14.

Publicado
2014-12-10
Como Citar
MARLET, R. Q.; BATISTA, L. L. Desdobramentos narrativos, cognição e a complexa recepção transmidiática dos fãs em nossa atualidade. Revista GEMInIS, v. 5, n. 3, p. 47-62, 10 dez. 2014.