A lógica da composição estilística de Avenida Brasil

  • Renato Luiz Pucci Jr. Universidade Anhembi Morumbi - UAM
Palavras-chave: Televisão brasileira, telenovela, estilo, cognitivismo.

Resumo

A telenovela Avenida Brasil (Rede Globo, 2012) combina os mais tradicionais elementos melodramáticos com uma sofisticada composição estilística em cenas de conflito dramático. O referencial teórico cognitivista orienta a análise audiovisual com o objetivo de apontar a lógica que possibilita a realização de um produto de longa duração com uma profusão de cenas consideradas inviáveis no meio televisivo até poucos anos atrás.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renato Luiz Pucci Jr., Universidade Anhembi Morumbi - UAM
Doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (2003), autor dos livros Cinema Brasileiro Pós-moderno: o Neon-realismo (Sulina, 2008) e O Equilíbrio das Estrelas: Filosofia e Imagem no Cinema de Walter Hugo Khouri (Annablume, 2001). É docente do Mestrado em Comunicação da Universidade Anhembi Morumbi, na cidade de São Paulo. Pertence à linha de pesquisa Análises de Produtos Audiovisuais. Líder do grupo de pesquisa Inovações e Rupturas na Ficção Televisiva Brasileira. Desde 2010, é coordenador do seminário temático Televisão: Formas Audiovisuais de Ficção e Documentário, na Socine - Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual.

Referências

ANGELO, Vitor. Entenda qual o Legado de Avenida Brasil para a TV Brasileira. Disponível em: http://virgula.uol.com.br/ver/noticia/famosos/2012/10/18/311340-entenda-qual-o-legado-de-avenida-brasil-para-a-tv-brasileira#1 Acesso em: 25 mai. 2014.

BORDWELL, David. Sobre a História do Estilo Cinematográfico. Campinas (SP): Editora da Unicamp, 2013.

BROOKS, Peter. The Melodramatic Imagination. New Haven e Londres: Yale University Press, 1976.

BUTLER, Jeremy G. Television Style. Nova York e Londres: Routledge, 2010. Kindle ed.

CALABRESE, Omar. A Idade Neobarroca. São Paulo: Martins Fontes,d 1988.

ESQUENAZI, Jean-Pierre. As Séries Televisivas. Lisboa: Texto & Grafia, 2011.

FISHER, Sandra; NASCIMENTO, Geraldo. Avenida Brasil: Estratégias e Procedimentos Narrativos. Actas do XIII Congresso Internacional IBERCOM, Santiago de Compostela (Espanha), p. 2603-2614), disponível em http://www.estudosaudiovisuais.org/lusofonia/?page_id=844〈=pt Acesso em: 25 mai. 2014.

HOGAN, P. C. (S/d.). Cognitive Science, Literature, and the Arts: a Guide for Humanists. S.l.: Kindle Ed. (edição original: Nova York e Londres: Routledge, 2003).

JACOB, Maria Carmen (Org.). Analisando a Telenovela. Rio de Janeiro: E-papers, 2004.

MORIN, Edgar. Cultura de Massas no Século XX: O Espírito do Tempo, Vol. 1: Neurose. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1997 [edição original: 1962].

PAZ, José Luis Castro de. El Surgimiento del Telefilme – Los años cincuenta y la crisis de Hollywood: Alfred Hitchcock y la Television. Barcelona e Buenos Aires: Paidós Ibérica, 1999.

PUCCI JR., Renato L.; GOSCIOLA, Vicente; FERRARAZ, Rogério; MAGNO, Maria Ignês C. Avenida Brasil: o lugar da transmidiação entre as estratégias narrativas da telenovela brasileira. In: LOPES, Maria Immacolata V. de (org.). Estratégias de transmidiação na ficção televisiva brasileira. Porto Alegre: Sulina, 2013. p. 95-131. Disponível em: http://especial.globouniversidade.redeglobo.globo.com/livros/ficcao_televisiva.pdf Acesso em: 30 abr. 2014.

SADEK, José Roberto. Telenovela: um Olhar do Cinema. São Paulo: Summus, 2008.

SORLIN, Pierre. Esthétiques de l’audiovisuel. Paris: Armand Colin, 2005 [edição original: 1992].

SUBOURAUD, Frédéric. La adaptación: El cine necessita historias. Barcelona, Buenos Aires, México: Paidós, 2010.

XAVIER, Ismail. O Olhar e a Cena: Melodrama, Hollywood, Cinema Novo, Nelson Rodrigues. São Paulo: Cosac & Naify, 2003.

Publicado
2014-07-10
Como Citar
LUIZ PUCCI JR., R. A lógica da composição estilística de Avenida Brasil. Revista GEMInIS, v. 5, n. 1, p. 5-18, 10 jul. 2014.