Publicação Eletrônica: a linguagem do e-book na hipermídia

  • Daniela Carvalho Monteiro Ferreira Esamc Uberlândia
Palavras-chave: e-Book, hipermídia, audiovisual, sonoro, multimídia

Resumo

O e-Book é um ambiente virtual e os formatos ePub e Daisy são um conjunto de arquivos interconectados, com potencial de utilização de fontes externas de informação, o que os tornam uma hipermídia. O objetivo deste artigo é apresentar os primeiros resultados sobre a utilização do quadro metodológico de planejamento do conteúdo audiovisual na edição de e-Book. Verificou-se que, assim como na web, os formatos ePub e Daisy, e em especial o primeiro, possui o potencial de utilização de recursos audiovisuais que podem fazer do resultado extrapolar a linguagem tradicional do livro impresso, tornando-os multimídia. Surge então o questionamento sobre o papel do editor de e-Book enquanto publicação eletrônica baseado no hipertexto, que assemelha-se com o de um roteirista para hipermídia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Carvalho Monteiro Ferreira, Esamc Uberlândia
Professora de Web Design no curso de Publicidade e Propaganda da Esamc Uberlândia. Doutora em Artes (2010, Unicamp) e Mestre em Multimeios (2006, Unicamp). Coordenadora do projeto MAV Ebook (editora de publicações eletrônicas). Editora assistente da Revista Sonora (Unicamp).

Referências

BURKE, P. Hibridismo Cultural. Trad. Leila Souza Mendes. São Leopoldo: Unisinos, 2003.

COMPARATO, D. Da Criação ao Roteiro: teoria e prática. São Paulo: Summus, 2009.

DORFLES, Gillo. Novos Ritos, Novos Mitos. Lisboa: Edições70,

FERREIRA, D. C. M.; PAIVA, J. E. R. O Áudio na Internet: uma orientação aos profissionais de comunicação e de tecnologia. Uberlândia: Edibrás, 2008.

FERREIRA, D. C. M.; PAIVA, J. E. R. O Planejamento de Conteúdo Sonoro para Websites. Intercom, Natal, set. 2010. Disponível em <http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2010/ resumos/R5-2714-1.pdf>. Acesso em Nov 2013.

HORKHEIMER, M.; ADORNO, T.W. A Indústria Cultural: o iluminismo como mistificação de massas. In: LIMA, L.C (org). Teoria da Cultura de Massa. 2ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978. p. 159-204.

INTERVOX. Projeto MecDaisy. Disponível em < http://intervox.nce.ufrj.br/mecdaisy>. Acesso em 05 abr 2013.

LÉVY, P. As Tecnologias da Inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. Rio de Janeiro: Editora 34, 1993.

____. O Que é o Virtual? Rio de Janeiro: Editora 34, 1996.

____. Cibercultura. Rio de Janeiro: Editura 34, 1999.

PAREYSON, L. Os Problemas da Estética. 3ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

RABAÇA, C. A.; BARBOSA, G. G. Dicionário de Comunicação. 3ª ed. Rio de Janeiro: Campus, 2001.

STAPELKAMP, T. Screen- und Interfacedesign: gestaltung und usability für Hard- und Software. Köln, Springer, 2007.

W3C. Web Design and Application. Disponível em <http://www.w3.org/standards /webdesign/>. Acesso em Set 2013.

____. HTML5: a vocabulary and associated APIs for HTML and XHTML. Working draft 24 june 2010. Disponível em: <http://www.w3.org/TR/2010/WD-html5-20100624/>. Acesso em: Ago 2013.

Publicado
2013-12-15
Como Citar
CARVALHO MONTEIRO FERREIRA, D. Publicação Eletrônica: a linguagem do e-book na hipermídia. Revista GEMInIS, v. 4, n. 2, p. 190-203, 15 dez. 2013.
Seção
Abordagens Multiplataformas