Cidade dos Homens: perspectiva narrativa e relações de amizade

  • Inara de Amorim Rosas UFPB
  • Luiz Antonio Mousinho Magalhães UFPB
Palavras-chave: Foco narrativo, Cidade dos homens, relações de amizade

Resumo

Este trabalho tem como objetivo empreender uma análise do discurso ficcional do seriado Cidade dos homens, com atenção para a questão da perspectiva narrativa (focalização), da categoria personagem e das relações entre texto e contexto. O estudo da focalização no seriado nos possibilita conhecer a qualidade do olhar dos dois garotos protagonistas frente às tentações do narcotráfico, em meio as relações comunitárias das quais participam, em relação ao mundo exterior , à comunidade e ante as relações de amizade que os liga desde a infância,o que veremos observando as relações entre o curta-metragem Palace II e alguns episódios de Cidade dos homens.

Biografia do Autor

Inara de Amorim Rosas, UFPB
Bacharel em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Federal da Paraíba. Integrante do grupo de pesquisa Ficção e produção de sentido.
Luiz Antonio Mousinho Magalhães, UFPB
Doutor em Letras pela UNICAMP, atual professor Adjunto IV da Universidade Federal da Paraíba e é bolsista de produtividade em pesquisa do CNPQ, desenvolvendo pesquisa sobre cinema brasileiro contemporâneo, junto à área de Comunicação.

Referências

ABDALA JUNIOR, Benjamin. Introdução à análise da narrativa. São Paulo: Editora Scipione, 1995.

BAZIN, André. O cinema – ensaios. Editora Brasiliense, 1985.

BETTON, Gérard. Estética do Cinema. São Paulo: Martins Fontes, 1987.

BRITO, João Batista de. Imagens amadas. São Paulo: Ateliê editorial, 1997.

GENETTE, Gerard. Discurso da narrativa. Lisboa: Vega, 1995.

GOMES, Paulo Emílio Sales. A personagem cinematográfica. In: CANDIDO, Antonio. A personagem de Ficção. São Paulo: Perspectiva, 1981.

KHEL, Maria Rita. As asas quebradas. Mais! – suplemento da Folha de São Paulo. São Paulo, domingo, 26 de março de 2006.

LEITE, Ligia Chiappini Morais. O foco narrativo. 4 ed. São Paulo: Ática, 1989. (Série Princípios; 4).

GOMES, Lívia Godinho Nery; SILVA JÚNIOR, Nelson da. Semânticas da Amizade e suas implicações políticas – Familiarismo e alteridade nas classes populares. São Paulo, 2005.

PALLOTTINI, Renata. Dramaturgia de Televisão. São Paulo: Moderna, 1998.

PIGNATARI, Décio. Signagem da Televisão. São Paulo: Brasiliense, 1984.

REZENDE, Cláudia Barcellos. Os significados da amizade: duas visões de pessoa e sociedade. Rio de Janeiro: FGV, 2002.

ZALUAR, Alba. “Ensaio sobre a cegueira”. Mais! – suplemento da Folha de São Paulo. São Paulo, domingo, 26 de março de 2006.

Como Citar
DE AMORIM ROSAS, I.; ANTONIO MOUSINHO MAGALHÃES, L. Cidade dos Homens: perspectiva narrativa e relações de amizade. Revista GEMInIS, v. 1, n. 1, p. 177-197, 11.