Quando a TV Vai Além da Sala de Estar: por uma análise cultural dos usos de novos dispositivos tecnológicos

Carlos Eduardo Marquioni

Resumo


Em um momento quando são frequentemente disponibilizadas atualizações das tecnologias da informação e comunicação, há risco de ser atribuída aos dispositivos tecnológicos per se a responsabilidade por transformações sociais: trata-se de simplificação que caracteriza determinismo tecnológico. O artigo apresenta a noção de cultura como alternativa para minimizar esse risco, utilizando uma propaganda de televisão conectada veiculada na TV brasileira como objeto empírico para exemplificar e analisar dois contextos em que novos dispositivos tecnológicos são apresentados como responsáveis por determinar mudanças no comportamento social (tanto afastamento quanto aproximação pessoal).

Palavras-chave


Determinismo tecnológico; Televisão conectada; Cultura; Pós-modernidade

Texto completo:

PDF

Referências


BAUMAN, Zygmunt. O mal-estar da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1998.

BAUMAN, Zygmunt. Amor líquido: sobre a fragilidade dos laços humanos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2003.

HAVELOCK, Erick A. A revolução da escrita na Grécia e suas consequências culturais. São Paulo: Editora UNESP/Paz e Terra, [1982] 1994.

JAMESON, Fredric. O pós-modernismo e a sociedade de consumo. In: KAPLAN, E. Ann (org.). O mal-estar no pós-modernismo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1993.

JENKINS, Henry. Cultura da Convergência. São Paulo: Aleph, 2008.

MARQUIONI, Carlos Eduardo. TV digital interativa brasileira: redefinições culturais e inter-ações midiáticas em tempos de migração tecnológica. 2012. 282f. Tese (Doutorado em Comunicação e Linguagens) – Programa de Pós-graduação em Comunicação e Linguagens, Universidade Tuiuti do Paraná, Curitiba, 2012.

MOTOROLA. 34% dos brasileiros assistem TV móvel, estima Motorola Mobility. Disponível em: . Acesso em: 07 jul. 2012.

ONG, Walter. Oralidade e cultura escrita. Campinas: Papirus, [1982] 1998.

SMARTVIERA. [re]úna a família novamente. Disponível em: . Acesso em: 06 jan. 2013.

VILCHES, Lorenzo. A migração digital. São Paulo/Rio de Janeiro: Edições Loyola/Editora PUC Rio, 2003.

WILLIAMS, Raymond. Drama from Ibsen to Brecht. Londres: Chatto & Windus, [1952, 1968] 1971.

WILLIAMS, Raymond. Towards 2000. Londres: The Hogarth Press, 1983.

WILLIAMS, Raymond. Culture is ordinary [1958]. In: Resources of Hope: Culture, Democracy, Socialism. p. 3-18. Londres: Verso, 1989.

WILLIAMS, Raymond. The long revolution. Peterborough: Broadview Press Ltd., [1961] 2001.

WILLIAMS, Raymond. Television: Technology and Cultural Form. Padstow: Routledge Classics, [1974] 2005.

WILLIAMS, Raymond. Palavras-chave: um vocabulário de cultura e sociedade. São Paulo: Boitempo Editorial, [1976] 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



ISSN: 2179-1465    |    Qualis: B2    |    Indexada em: SEER -  Periódicos CAPES -  DOAJ -  LivRe! -  LatindexDRJI - Diadorim - Sumários