A Internet como uma forma alternativa de distribuição - Uma entrevista com a realizadora portuguesa Cláudia Tomaz

  • Ana Catarina Pereira Universidade da Beira Interior
Palavras-chave: cinema português

Resumo

Cláudia Tomaz é uma das mais interessantes representantes de uma nova geração de realizadores portugueses. Cansada de uma certa invisibilidade a que o cinema português permanece votado, decidiu contornar as tradicionais formas de distribuição, criando plataformas online de produção e exibição dos seus filmes. Os espectadores estão a agradecer! O curriculum e percurso de vida da realizadora falam por si. Após ter terminado a licenciatura em Ciências da Comunicação, pela Universidade Nova de Lisboa, Cláudia Tomaz teve oportunidade de trabalhar com algumas das melhores referências cinematográficas nacionais, como Paulo Rocha, Pedro Costa e José Álvaro Morais. Realizou várias curtas, documentários e duas longas-metragens - Noites (prémio de melhor filme na semana da crítcia no Festival de Veneza, em 2000) e Nós (prémio Bocallino no Locarno Film Festival, em 2003, na Suíça). Com 37 anos de idade, reside actualmente em Londres e não considera, de todo, a hipótese de voltar a Portugal.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-08-06
Como Citar
CATARINA PEREIRA, A. A Internet como uma forma alternativa de distribuição - Uma entrevista com a realizadora portuguesa Cláudia Tomaz. Revista GEMInIS, v. 3, n. 1, p. 178-186, 6 ago. 2012.
Seção
Espaço Convergente